Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sesi derrota o Cruzeiro e vence a Superliga

Bruno Miani/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário do Grande ABC

25/04/2011 | 07:15


O Sesi confirmou ontem o favoritismo e comemorou o título de campeão da Superliga. A equipe paulistana, comandada pelo técnico Giovane Gávio, terminou a fase de classificação em primeiro lugar e ontem, na decisão, bateu o Sada/Cruzeiro, em pleno Ginásio do Mineirinho (Belo Horizonte) por 3 sets a 1, parciais de 25/19, 19/25, 27/25 e 25/17.

Além do troféu de campeão, o Sesi ainda faturou quatro prêmios individuais. Wallace foi o melhor atacante e principal pontuador da Superliga, com 573 pontos; Sidão, o melhor sacador; Murilo, melhor recepção, e o líbero Serginho, o dono da melhor defesa da competição nacional.

O técnico tornou-se ontem o primeiro a ser campeão da Superliga como jogador e depois como treinador. Apesar da festa, ele minimizou o fato. "Fui criado, inclusive pelo Bernardinho, que é o meu exemplo, para não pensar em conquistas pessoais. O importante é o título para a equipe, que é algo que ninguém tira. O restante, como esse fato, é interessante, mas não chega a ter a o peso nem a importância do que conseguimos hoje (ontem)", declarou.

Para o atacante Wallace, que retornou ao vôlei nacional depois de quatro temporadas na Argentina, o título teve sabor especial. "Nunca senti uma emoção tão forte como essa no vôlei. Conquistei importantes resultados na Argentina e valorizo muito cada um deles, mas ser campeão no meu País é incomparável", afirmou.

O ponta Thiago Alves mostrou que é pé quente. O jogador, que chegou ao Sesi nesta temporada, conquistou o quarto título consecutivo da Superliga. Por outro lado, o líbero Serginho e o ponta Murilo, campeões mundiais e, respectivamente, donos de um ouro e uma prata olímpicos, só ontem comemoraram um triunfo na principal competição do vôlei no País.

No sábado, também no Mineirinho, Solys/Osasco e Unilever decidem o título feminino.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;