Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Metalúrgicos terão Lula no 5º congresso local da categoria


Frederico Rebello Nehme
Do Diário do Grande ABC

02/10/2005 | 08:02


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa nesta segunda-feira da abertura de um congresso no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (filiado à CUT), em São Bernardo. Será a segunda visita de Lula à sede do sindicato depois de assumir a Presidência da República.

O quinto congresso da categoria é realizado de três em três anos e tem como tema "O Metalúrgico do ABC: Unindo Região e Nação". O evento tem foco na atuação regional dos trabalhadores e do sindicato e fará um balanço do último mandato da diretoria executiva do sindicato, reeleita este ano.

Os organizadores do congresso não esperam manifestações de grande porte devido à presença do presidente em São Bernardo. É a primeira vez que Lula volta ao seu sindicato de origem depois do início da crise política.

O congresso dos metalúrgicos ainda contará com a presença de Paul Singer, secretário nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho, no próximo dia 15, e da filósofa Marilena Chauí, no dia 4 de novembro.

\r\n\r\n

Ato põe Super-Receita sob pressão\r\n

\r\n\r\n

Adriana Mompean<br>Do Diário do Grande ABC\r\n
  \r\n
O cerco contra a Receita Federal do Brasil, mais conhecida como Super-Receita, que provoca protestos e greves de diversas categorias no país, se fecha cada vez mais. Nesta segunda-feira, às 10h, na sede da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), na praça da Sé, em São Paulo, cerca de 40 lideranças da sociedade civil participam de ato público contra a medida provisória 258, que criou o novo órgão - fusão das receitas Federal e Previdenciária - e poderá ser votada nesta terça-feira pela Câmara.

\r\n\r\n

Entre os participantes estarão Guilherme Afif Domingos, presidente da Associação Comercial de São Paulo, Paulo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical, além de representantes de entidades sindicais das categorias envolvidas na criação da Super-Receita.

\r\n\r\n

"Num primeiro momento, queremos criticar a MP 258 e conscientizar a sociedade sobre os riscos da Super-Receita. Mas, também existe o interesse de retirá-la. Um projeto de lei seria o encaminhamento mais adequado porque permite um debate prévio entre Congresso Nacional e a sociedade", diz Luiz Flávio Borges D\'Urso, presidente da OAB-SP.",1]);//-->As atividades vão até o dia 20 de novembro, e contam com oficinas temáticas que abordarão assuntos como política industrial, reforma sindical e ética na política.

Os trabalhadores poderão eleger delegados para participar das oficinas, segundo o secretário-geral do sindicato, Rafael Marques. "Esse é um congresso aberto para todos os trabalhadores da categoria. A idéia é que aconteçam reuniões nas fábricas para que os temas propostos sejam discutidos e que, de cada reunião, sejam escolhidos representantes para acompanhar as atividades no sindicato."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Metalúrgicos terão Lula no 5º congresso local da categoria

Frederico Rebello Nehme
Do Diário do Grande ABC

02/10/2005 | 08:02


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa nesta segunda-feira da abertura de um congresso no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (filiado à CUT), em São Bernardo. Será a segunda visita de Lula à sede do sindicato depois de assumir a Presidência da República.

O quinto congresso da categoria é realizado de três em três anos e tem como tema "O Metalúrgico do ABC: Unindo Região e Nação". O evento tem foco na atuação regional dos trabalhadores e do sindicato e fará um balanço do último mandato da diretoria executiva do sindicato, reeleita este ano.

Os organizadores do congresso não esperam manifestações de grande porte devido à presença do presidente em São Bernardo. É a primeira vez que Lula volta ao seu sindicato de origem depois do início da crise política.

O congresso dos metalúrgicos ainda contará com a presença de Paul Singer, secretário nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho, no próximo dia 15, e da filósofa Marilena Chauí, no dia 4 de novembro.

\r\n\r\n

Ato põe Super-Receita sob pressão\r\n

\r\n\r\n

Adriana Mompean<br>Do Diário do Grande ABC\r\n
  \r\n
O cerco contra a Receita Federal do Brasil, mais conhecida como Super-Receita, que provoca protestos e greves de diversas categorias no país, se fecha cada vez mais. Nesta segunda-feira, às 10h, na sede da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), na praça da Sé, em São Paulo, cerca de 40 lideranças da sociedade civil participam de ato público contra a medida provisória 258, que criou o novo órgão - fusão das receitas Federal e Previdenciária - e poderá ser votada nesta terça-feira pela Câmara.

\r\n\r\n

Entre os participantes estarão Guilherme Afif Domingos, presidente da Associação Comercial de São Paulo, Paulo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical, além de representantes de entidades sindicais das categorias envolvidas na criação da Super-Receita.

\r\n\r\n

"Num primeiro momento, queremos criticar a MP 258 e conscientizar a sociedade sobre os riscos da Super-Receita. Mas, também existe o interesse de retirá-la. Um projeto de lei seria o encaminhamento mais adequado porque permite um debate prévio entre Congresso Nacional e a sociedade", diz Luiz Flávio Borges D\'Urso, presidente da OAB-SP.",1]);//-->As atividades vão até o dia 20 de novembro, e contam com oficinas temáticas que abordarão assuntos como política industrial, reforma sindical e ética na política.

Os trabalhadores poderão eleger delegados para participar das oficinas, segundo o secretário-geral do sindicato, Rafael Marques. "Esse é um congresso aberto para todos os trabalhadores da categoria. A idéia é que aconteçam reuniões nas fábricas para que os temas propostos sejam discutidos e que, de cada reunião, sejam escolhidos representantes para acompanhar as atividades no sindicato."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;