Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Otto na melhor fase


Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

19/03/2011 | 07:00


É tempo de reflexão para o cantor pernambucano Otto, que vive hoje a melhor fase de sua carreira. Mais adulto, maduro. "Somatizo tudo e percebo que é preciso ter talento e experiência para segurar uma banda", conta. "Estou com 42 anos. Olho para trás e está tudo perto. Olho para frente, e está tudo perto também".

Já se foi aquele tempo difícil, marcado por perdas como separação conjugal e mortes na família, que antecedeu o lançamento do quarto disco solo, "Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos" (2009). Naquele ano, o músico ressurgiu para recuperar a crença em si depois de um aparente ostracismo. "A vida é assim: um sobe e desce. Sou um músico que rala, tem crises e felicidades", afirma.

Hoje, a alegria prevalece. Enquanto se prepara para fazer show em São Bernardo, planeja o proxímo CD, que já tem nome e data para ser lançado, antes mesmo de começar a ser produzido. Será no dia 11 de novembro de 2011, com o título "The Moon 1111". "Tenho pouco tempo. Vou ficando velho e deixando tudo para a última hora", constata ele, que, embora pressionado, garante estar tranquilo. "Eu pulo, me jogo e crio. Não há riscos. Sei que o disco vai sair. Estou confiante como, aliás, geralmente sou na vida".

Quantidade de faixas? Onze. Sobre a repetição, comenta: "Os números são uma paixão. Estão sempre dizendo alguma coisa. O 11 é o mais relevante na minha vida. Tenho mais intimidade com ele". E compartilha: "Gosto de somar, ver o infinito. A repetição passa a ideia de que os números nunca acabam. É cabalístico, espacial".

O processo de criação, que deve iniciar nos próximos dias, será feito em estúdio em parceria com a banda, que fica completa com Catatau (guitarra), Pupillo (bateria e percussão) e Dengue (contrabaixo). "Tudo será criado na hora, com o pensamento fresco. Tenho músicos talentosos que dividirão o álbum comigo", afirma.


Trata-se, segundo Otto, de uma 'orgia musical' devido às diferentes influências que serão consideradas na hora da produção como Pink Floyd, Felá Kuti e Caetano Veloso.

Segundo o cantor, "Certa Manhã Acordei de Sonhos Intranquilos" 'segurou' a sua vida. Quanto ao próximo, terá o seu caminho. "Um puxa o outro. Só me preocupo com a evolução do repertório", afirma.


Otto - Música. Amanhã, às 17h. No Parque Salvador Arena - Avenida Caminho do Mar, 2.980, São Bernardo. Grátis.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;