Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ronaldo volta a sorrir, rivais também


Anderson Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

30/01/2007 | 22:22


Um sorriso inconfundível está de volta ao futebol mundial. Ronaldo acabou com um martírio ontem ao definir sua transferência do Real Madrid para o Milan. Mas não é só ele que tem bons motivos para dar gargalhadas. Barcelona, Inter de Milão, PSV e até Cruzeiro e São Cristovão receberão parte do valor da transação, que ficou em 7,5 milhões de euros (R$ 21,5 milhões).

O acordo entre Milan e Real foi anunciado ontem. Após horas de reunião, ficou definido: o time italiano, que oferecia 7 milhões de euros, subiu a oferta em 500 mil e cedeu Ricardo Oliveira ao time espanhol. Ronaldo desembarcou ontem mesmo em Milão e foi apresentado à torcida. Ele vai usar a camisa 99 (já à venda por R$ 250).

Apenas em sua transação, o Real viu uma desvalorização de simplesmente 37,5 milhões de euros (cerca de R$ 104 milhões) em relação ao valor pago para tirar o jogador da Inter há quatro anos. Contratado a peso de ouro em 2002, o atleta sai desvalorizado e pelas portas do fundo do Santiago Bernabéu, marcando o fim da vergonhosa era dos galácticos, dispensados pelo técnico Fabio Capello.

Em 2002, Ronaldo foi campeão da Copa Toyota, quando o Real Madrid bateu o Olímpia, do Paraguai, em Tóquio. Foi o primeiro – e único – título mundial dele por um clube, apesar de já ter vencido duas Copas do Mundo na carreira(1994 e 2002), sendo o maior artilheiro do torneio, com 15 gols. Dias depois, foi eleito pela terceira vez o melhor jogador do mundo pela Fifa, no auge da carreira que quase terminou em 2001, depois de duas lesões no joelho.

Pelo Real, marcou 104 gols e foi parabenizado ontem pelo site oficial do clube. “Os 104 gols marcados com a camisa branca e suas conquistas o descrevem como um dos melhores jogadores que vestiram nosso número 9”, diz a nota.

Ronaldo, de 30 anos, também falou sobre a transação, de 18 meses. “Fui negociado pelo Real Madrid e queria só agradecer à torcida, às pessoas que me apoiaram, a todos os meus companheiros e a todos os treinadores que tive, menos um”, disse, se referindo a Fábio Capello, técnico que o dispensou. Além do Milan, outras equipes do mundo brigavam pelo jogador. Mas Estados Unidos e Arábia Saudita perderam para a força italiana.

BENEFICIADOS
O Real Madrid não será o único a receber por Ronaldo. Numa determinação recente da Fifa, foi criada a parcela de solidariedade, em que os clubes formadores – na época em que o atleta tinha entre 12 e 23 anos – têm direito a 5% do valor. Com isso, São Cristovão-RJ e Barcelona terão direito a 37,5 mil euros (R$ 103 mil); Cruzeiro e PSV levarão 75 mil euros (R$ 206 mil); e a Inter de Milão ganhará 112 mil euros (R$ 309 mil).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ronaldo volta a sorrir, rivais também

Anderson Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

30/01/2007 | 22:22


Um sorriso inconfundível está de volta ao futebol mundial. Ronaldo acabou com um martírio ontem ao definir sua transferência do Real Madrid para o Milan. Mas não é só ele que tem bons motivos para dar gargalhadas. Barcelona, Inter de Milão, PSV e até Cruzeiro e São Cristovão receberão parte do valor da transação, que ficou em 7,5 milhões de euros (R$ 21,5 milhões).

O acordo entre Milan e Real foi anunciado ontem. Após horas de reunião, ficou definido: o time italiano, que oferecia 7 milhões de euros, subiu a oferta em 500 mil e cedeu Ricardo Oliveira ao time espanhol. Ronaldo desembarcou ontem mesmo em Milão e foi apresentado à torcida. Ele vai usar a camisa 99 (já à venda por R$ 250).

Apenas em sua transação, o Real viu uma desvalorização de simplesmente 37,5 milhões de euros (cerca de R$ 104 milhões) em relação ao valor pago para tirar o jogador da Inter há quatro anos. Contratado a peso de ouro em 2002, o atleta sai desvalorizado e pelas portas do fundo do Santiago Bernabéu, marcando o fim da vergonhosa era dos galácticos, dispensados pelo técnico Fabio Capello.

Em 2002, Ronaldo foi campeão da Copa Toyota, quando o Real Madrid bateu o Olímpia, do Paraguai, em Tóquio. Foi o primeiro – e único – título mundial dele por um clube, apesar de já ter vencido duas Copas do Mundo na carreira(1994 e 2002), sendo o maior artilheiro do torneio, com 15 gols. Dias depois, foi eleito pela terceira vez o melhor jogador do mundo pela Fifa, no auge da carreira que quase terminou em 2001, depois de duas lesões no joelho.

Pelo Real, marcou 104 gols e foi parabenizado ontem pelo site oficial do clube. “Os 104 gols marcados com a camisa branca e suas conquistas o descrevem como um dos melhores jogadores que vestiram nosso número 9”, diz a nota.

Ronaldo, de 30 anos, também falou sobre a transação, de 18 meses. “Fui negociado pelo Real Madrid e queria só agradecer à torcida, às pessoas que me apoiaram, a todos os meus companheiros e a todos os treinadores que tive, menos um”, disse, se referindo a Fábio Capello, técnico que o dispensou. Além do Milan, outras equipes do mundo brigavam pelo jogador. Mas Estados Unidos e Arábia Saudita perderam para a força italiana.

BENEFICIADOS
O Real Madrid não será o único a receber por Ronaldo. Numa determinação recente da Fifa, foi criada a parcela de solidariedade, em que os clubes formadores – na época em que o atleta tinha entre 12 e 23 anos – têm direito a 5% do valor. Com isso, São Cristovão-RJ e Barcelona terão direito a 37,5 mil euros (R$ 103 mil); Cruzeiro e PSV levarão 75 mil euros (R$ 206 mil); e a Inter de Milão ganhará 112 mil euros (R$ 309 mil).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;