Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Caminhoneiros fazem FHC convocar reuniao de emergência


Do Diário do Grande ABC

29/07/1999 | 11:25


A greve dos caminhoneiros deve acabar nesta quinta por causa dos prejuízos que está causando à populaçao. Esta é a avaliaçao do governo e a tônica da reuniao que foi iniciada por volta das 10 horas, no Palácio da Alvorada, entre o presidente Fernando Henrique Cardoso e os ministros da Casa Militar, general Alberto Cardoso, da Justiça, José Carlos Dias, da Casa Civil, Pedro Parente e dos Transportes, Eliseu Padilha.

O presidente, segundo assessores diretos, nao afasta a possibilidade de acionar as Forças Armadas para garantir o abastecimento de alimentos e combustíveis, que está prejudicado em vários pontos do País. As Polícias Militar e Rodoviária Federal vem sendo acionadas, mas enfrentam dificuldades para atender a todos os pontos onde está havendo a paralisaçao e o bloqueio de rodovias.

O presidente, segundo as mesmas fontes, está acompanhando a greve com preocupaçao, principalmente com a situaçao em Sao Paulo, nos Estados do Sul e no Rio, onde o escoamento do combustível está sendo comprometido com o bloqueio das estradas próximas às refinarias.

O ministro Eliseu Padilha disse, antes de entrar na reuniao, que o governo está disposto a dialoguar com a classe e reabrir as negociaçoes, desde que os caminhoneiros suspendam o bloqueio. Ele voltou a afirmar que o governo nao tem condiçoes de atender três das principais reivindicaçoes da classe: a unificaçao dos pedágios, revogaçao das multas e garantia de um preço mínimo para frete. O ministro reafirmou a possibilidade de acionar as Forças Armadas se a manifestaçao continuar a prejudicar o país.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caminhoneiros fazem FHC convocar reuniao de emergência

Do Diário do Grande ABC

29/07/1999 | 11:25


A greve dos caminhoneiros deve acabar nesta quinta por causa dos prejuízos que está causando à populaçao. Esta é a avaliaçao do governo e a tônica da reuniao que foi iniciada por volta das 10 horas, no Palácio da Alvorada, entre o presidente Fernando Henrique Cardoso e os ministros da Casa Militar, general Alberto Cardoso, da Justiça, José Carlos Dias, da Casa Civil, Pedro Parente e dos Transportes, Eliseu Padilha.

O presidente, segundo assessores diretos, nao afasta a possibilidade de acionar as Forças Armadas para garantir o abastecimento de alimentos e combustíveis, que está prejudicado em vários pontos do País. As Polícias Militar e Rodoviária Federal vem sendo acionadas, mas enfrentam dificuldades para atender a todos os pontos onde está havendo a paralisaçao e o bloqueio de rodovias.

O presidente, segundo as mesmas fontes, está acompanhando a greve com preocupaçao, principalmente com a situaçao em Sao Paulo, nos Estados do Sul e no Rio, onde o escoamento do combustível está sendo comprometido com o bloqueio das estradas próximas às refinarias.

O ministro Eliseu Padilha disse, antes de entrar na reuniao, que o governo está disposto a dialoguar com a classe e reabrir as negociaçoes, desde que os caminhoneiros suspendam o bloqueio. Ele voltou a afirmar que o governo nao tem condiçoes de atender três das principais reivindicaçoes da classe: a unificaçao dos pedágios, revogaçao das multas e garantia de um preço mínimo para frete. O ministro reafirmou a possibilidade de acionar as Forças Armadas se a manifestaçao continuar a prejudicar o país.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;