Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras joga o suficiente para empatar em Salvador


Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

09/09/2010 | 00:08


Com bastante vontade e pouca criatividade, o Palmeiras ficou no empate por 1 a 1 com o Vitória, na noite desta quarta-feira, no Barradão, em Salvador, pela primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro. Elkeson abriu o placar para os donos da casa, logo no início do confronto, enquanto Tadeu deixou tudo igual na etapa final.

O resultado não foi para nenhuma das equipes. O Alviverde manteve a 12ª colocação, agora, com 25 pontos, dois à frente do Leão, 15º.

Há quatro jogos sem vencer, o Vitória começou a partida no ataque e quase marcou aos seis minutos. Ramon cobrou escanteio da direita e Wallace cabeceou perto da trave. No entanto, o Palmeiras não teve a mesma sorte pouco depois. Aos nove, a zaga alviverde deixou Júnior dominar e tocar para Elkeson, que chutou no canto direito de Deola.

Apesar do placar adverso, o Palmeiras, que começou com Valdivia no banco, não se intimidou e pressionou o adversário. Porém, os atacantes estavam pouco inspirados e mal finalizaram ao gol. A melhor oportunidade dos paulistas seria um pênalti em cima de Luan que o juiz ignorou. Do outro  lado, o Vitória, também com dificuldades ofensivas, quase ampliou. Evandro pegou o rebote e chutou forte perto da trave.

Para etapa final, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou em Valdivia e Tadeu, que substituíram Luan e Pierre, e o Palmeiras ganhou em velocidade, além de finalizar pela primeira vez com algum perigo. Mago tocou para Rivaldo, que limpou o lance e bateu para fora.

Antes, a equipe da casa chegou com Ramon, em cobrança de falta. Deola se esticou para defender. O Leão quase teve outra chance com ajuda adversária. Maurício Ramos tocou mal para o goleiro, e Elkeson foi mais rápido e chutou na trave. 

O Vitória, porém, recuou e o Palmeiras aproveitou para empatar. Edinho bateu de longe, Viáfara espalmou errado e Tadeu, sozinho, apareceu para chutar e deixar tudo igual aos 27 minutos. A virada ficou perto de acontecer pouco depois. Kléber fez linda jogada e chutou para fora.

O Leão acordou somente no final. Junior recebeu passe dentro da área e isolou, desperdiçando a chance de conquistar os três pontos em casa. Já o Palmeiras terminou o duelo se defendendo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palmeiras joga o suficiente para empatar em Salvador

Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

09/09/2010 | 00:08


Com bastante vontade e pouca criatividade, o Palmeiras ficou no empate por 1 a 1 com o Vitória, na noite desta quarta-feira, no Barradão, em Salvador, pela primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro. Elkeson abriu o placar para os donos da casa, logo no início do confronto, enquanto Tadeu deixou tudo igual na etapa final.

O resultado não foi para nenhuma das equipes. O Alviverde manteve a 12ª colocação, agora, com 25 pontos, dois à frente do Leão, 15º.

Há quatro jogos sem vencer, o Vitória começou a partida no ataque e quase marcou aos seis minutos. Ramon cobrou escanteio da direita e Wallace cabeceou perto da trave. No entanto, o Palmeiras não teve a mesma sorte pouco depois. Aos nove, a zaga alviverde deixou Júnior dominar e tocar para Elkeson, que chutou no canto direito de Deola.

Apesar do placar adverso, o Palmeiras, que começou com Valdivia no banco, não se intimidou e pressionou o adversário. Porém, os atacantes estavam pouco inspirados e mal finalizaram ao gol. A melhor oportunidade dos paulistas seria um pênalti em cima de Luan que o juiz ignorou. Do outro  lado, o Vitória, também com dificuldades ofensivas, quase ampliou. Evandro pegou o rebote e chutou forte perto da trave.

Para etapa final, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou em Valdivia e Tadeu, que substituíram Luan e Pierre, e o Palmeiras ganhou em velocidade, além de finalizar pela primeira vez com algum perigo. Mago tocou para Rivaldo, que limpou o lance e bateu para fora.

Antes, a equipe da casa chegou com Ramon, em cobrança de falta. Deola se esticou para defender. O Leão quase teve outra chance com ajuda adversária. Maurício Ramos tocou mal para o goleiro, e Elkeson foi mais rápido e chutou na trave. 

O Vitória, porém, recuou e o Palmeiras aproveitou para empatar. Edinho bateu de longe, Viáfara espalmou errado e Tadeu, sozinho, apareceu para chutar e deixar tudo igual aos 27 minutos. A virada ficou perto de acontecer pouco depois. Kléber fez linda jogada e chutou para fora.

O Leão acordou somente no final. Junior recebeu passe dentro da área e isolou, desperdiçando a chance de conquistar os três pontos em casa. Já o Palmeiras terminou o duelo se defendendo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;