Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mais de 2 mil assistem a jogo-treino do Palmeiras



25/07/2002 | 00:13


Os jogadores do Palmeiras tiveram nesta quarta uma pequena demonstração da pressão que irão sofrer domingo na semifinal da Copa dos Campeões, contra o Paysandu. Um simples jogo-treino contra a Tuna Luso, realizado no meio da tarde, atraiu quase 2 mil torcedores, embora boa parte deles com a camisa do time paulista.

O jogo-treino terminou sem gols. O momento de maior emoção aconteceu no segundo tempo, quando o volante Magrão chutou um pênalti na trave. Foi também o último lance que a torcida acompanhou de perto. Um minuto depois uma forte chuva desabou sobre a capital paraense. A multidão só retornou no final.

Com gritos histéricos e pedidos desesperados de autógrafos, todos, demonstraram carinho pelos jogadores. “Isso é muito importante, os jogadores precisam sentir uma emoção desse nível”, comentou o treinador Wanderley Luxemburgo. “Eu repito que qualquer jogo realizado aqui leva pelo menos 30 mil torcedores ao estádio”.

Luxemburgo ressaltou que não escalou nesta quarta o time reserva pensando em esconder o jogo do treinador do Paysandu. “Isso não existe. Estamos fora de casa há 24 dias, e esses atletas também precisam atuar, necessitam estar em forma para entrar no momento em que forem solicitados”.

Para o volante Magrão, o treino teve muita importância. “Em situações como essas temos a chance de mostrar nossa qualidade. Corri demais apesar da condição precária do gramado. A torcida sabe que não vou desanimar nunca”.

Os jogadores titulares realizaram um trabalho paralelo em um campo próximo ao da Tuna Luso. Nesta quinta, o time treina em dois períodos, fisicamente pela manhã e taticamente à tarde.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;