Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Tubarões têm ossos pelo corpo?

Arquivo pessoal  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tauana Marin
Diário do Grande ABC

31/01/2016 | 07:00


Tubarões não possuem ossos, eles têm cartilagem. Essa estrutura é flexível e mais leve, formada por um tecido elástico criado antes que o osso exista. A cartilagem nos grandes peixes mais velhos, às vezes, pode ser parcialmente calcificada, tornando-a mais pesada e mais semelhante a um osso.

A pele dos tubarões também é diferenciada. Além de ser mais grossa e resistente, geralmente é acinzentada, coberta por escamas em formato de dentes, conhecidos por dentículos. Ela permite que sua pele se regenere, ou seja, se recupere sozinha caso haja um corte ou algum tipo de lesão.

RAIO X - Existem vários tipos de tubarões espalhados pelos mares. Como os tamanhos são diferentes, seu peso varia bastante, podendo chegar, em média, a 20 toneladas. Eles se alimentam de pequenos peixes, crustáceos, lulas, raias, tartarugas e animais feridos ou mortos. Basicamente, sua origem é em águas salgadas. 

A expectativa de vida desses animais depende da espécie. Um tubarão-branco, por exemplo, pode viver até 70 anos, e um tubarão-lixa, em torno de três décadas. 

Por serem carnívoros, os filhotes que aparecem primeiro dentro da barriga da mãe comem os que ainda não estão formados, sobrevivendo apenas os mais fortes. Uma fêmea, dependendo da espécie, pode carregar até 40 filhotes.

CURIOSIDADES: Existem aproximadamente 450 tipos de tubarões pelos oceanos. No Brasil, há cerca de 88 espécies registradas;

A substituição de dentes é normal, podendo haver a troca de até 30 mil dentições ao longo da vida de

certos tubarões.

Consultoria de Luciana Antônio Viveiros Zoleti</CF>, <IL>professora de Ciências do Singular Júnior – Santo André.

PERGUNTA DE: Arthur Galdino Oliveira, 4 anos, de Santo André,  ama o mar e adora tubarões. “São grandes, têm dentes afiados, mas não tenho medo”. Para ele, como o peixe nada rápido, ele não deve ter esqueleto. “Eles têm cauda, então não podem ter ossos.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tubarões têm ossos pelo corpo?

Tauana Marin
Diário do Grande ABC

31/01/2016 | 07:00


Tubarões não possuem ossos, eles têm cartilagem. Essa estrutura é flexível e mais leve, formada por um tecido elástico criado antes que o osso exista. A cartilagem nos grandes peixes mais velhos, às vezes, pode ser parcialmente calcificada, tornando-a mais pesada e mais semelhante a um osso.

A pele dos tubarões também é diferenciada. Além de ser mais grossa e resistente, geralmente é acinzentada, coberta por escamas em formato de dentes, conhecidos por dentículos. Ela permite que sua pele se regenere, ou seja, se recupere sozinha caso haja um corte ou algum tipo de lesão.

RAIO X - Existem vários tipos de tubarões espalhados pelos mares. Como os tamanhos são diferentes, seu peso varia bastante, podendo chegar, em média, a 20 toneladas. Eles se alimentam de pequenos peixes, crustáceos, lulas, raias, tartarugas e animais feridos ou mortos. Basicamente, sua origem é em águas salgadas. 

A expectativa de vida desses animais depende da espécie. Um tubarão-branco, por exemplo, pode viver até 70 anos, e um tubarão-lixa, em torno de três décadas. 

Por serem carnívoros, os filhotes que aparecem primeiro dentro da barriga da mãe comem os que ainda não estão formados, sobrevivendo apenas os mais fortes. Uma fêmea, dependendo da espécie, pode carregar até 40 filhotes.

CURIOSIDADES: Existem aproximadamente 450 tipos de tubarões pelos oceanos. No Brasil, há cerca de 88 espécies registradas;

A substituição de dentes é normal, podendo haver a troca de até 30 mil dentições ao longo da vida de

certos tubarões.

Consultoria de Luciana Antônio Viveiros Zoleti</CF>, <IL>professora de Ciências do Singular Júnior – Santo André.

PERGUNTA DE: Arthur Galdino Oliveira, 4 anos, de Santo André,  ama o mar e adora tubarões. “São grandes, têm dentes afiados, mas não tenho medo”. Para ele, como o peixe nada rápido, ele não deve ter esqueleto. “Eles têm cauda, então não podem ter ossos.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;