Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

E com vocês, dona Zaíra...

Hoje a continuidade da Semana Mauá. Estamos no Museu Barão de Mauá...


Ademir Medici

12/12/2015 | 07:00


Hoje a continuidade da Semana Mauá. Estamos no Museu Barão de Mauá, em companhia do casal Paulo Ahlers e Rosa Serbalhuk Ahlers, que vive há mais de 60 anos na cidade.

Em mesa-redonda realizada com os historiadores do museu, perguntou-se sobre dona Zaíra, a que dá nome ao mais populoso bairro de Mauá.

O professor e historiador William Puntschart disse que havia um retrato a óleo de dona Zaíra. E, surpresa, William nos enviou cópia da pintura.

As fazendas do território antigo de Mauá

E foi com atenção que todos ouviram a preleção do professor William.

O que era Mauá antigamente? Chamava-se Caaguaçu, uma área circunscrita a três grandes fazendas:

1 – Fazenda Bocaina, cuja sede era essa casa (onde está o Museu).

2 – Fazenda do Capitão João, que teve sua sede destruída quando da construção do Viaduto Juscelino Kubitschek, na saída de Mauá indo para Santo André.

3 – Fazenda Oratório, da qual não temos informação nem documentação.

Isso era Mauá. Com o tempo, as fazendas serão loteadas, dando origem aos bairros e a toda história da cidade.

A fazenda que pertenceu ao barão de Mauá foi a do capitão João. Mauá enviava emissários. Isso quando da compra dos terrenos para a passagem da ferrovia e durante as obras. Nunca morou na casa bandeirista que hoje leva o seu nome. Nem a casa lhe pertenceu.

***

Dona Rosa Ahlers falou da transformação da cidade que ela conheceu em 1955.

- Hoje temos o Paço Municipal, mas eu conheci a Prefeitura quando ela funcionava na Rua Rui Barbosa.

- Lembro da venda do José Boscariol e da vendinha de um japonês.

- Conheci o antigo grupo escolar na paineira da Barão de Mauá. E o grupinho na paróquia – um galpão comprido. Monsenhor Alexandre fazia muita questão de manter o grupo, dava muita força à Educação.

E quando dona Rosa tocou no tema Educação, muitas informações vieram à tona.

Na próxima semana em Memória:

- O sufoco dos alemães no tempo da guerra.

- Roberto Carlos teve casa em Diadema.

- Um estudo sobre a formação de Eldorado, antes e depois da represa.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 12 de dezembro de 1985 - ano 28, nº 6005

Manchete – Greve termina em quatro indústrias, mas Ford para

Estradas – Pedágio mais caro 41%.

São Caetano – Mais três Delegacias de Polícia: na área central, na Alameda São Caetano e na Vila São José.

Município Paulista

Hoje é o aniversário de Ibirá, elevado a município em 1921, quando se separa de São José do Rio Preto.

O nome Ibirá, do tupi-guarani, significa fibra, embira ou envira. A cidade foi considerada estância hidromineral em 1942. São famosas as termas de Ibirá.

Em 12 de dezembro de...

1915 – Pedreira São Caetano, em Ribeirão Pires, pede aos sócios que se apresentem para a finalização do balanço.

- A guerra. Do noticiário do Estadão: ‘As manifestações a favor da paz em Berlim; o povo tenta invadir o parlamento’.

1930– Silvio Santos nasce no Rio de Janeiro e é registrado como Senor Abravanel. No tempo em que comandava a Caravana do Peru que Fala, formada por artistas do rádio e TV, ele veio várias vezes ao Grande ABC. Lembra que, certa vez, quase perdeu a paciência na estação de Santo André: o trem não vinha e as cancelas, abaixadas, impediam a passagem dos veículos, que se aglomeravam ao longo da Queirós dos Santos. E a caravana já estava atrasada para um show no Parque das Nações.

Santos do Dia

- Santa Guadalupe. Foi declarada padroeira das Américas, em 1945, pelo papa Pio XII. Em 1979 o papa João Paulo II visitou o santuário dedicado à santa, no México, que foi consagrado solenemente.

Colaboração: Padre Evaldo César de Souza

- Maxêncio

- Cury

- Vicelino

Nas Ondas do Rádio

Viagem no Tempo. Internet: www.viagemnotempo.net. Música, notícias e história. Vinte e quatro horas por dia no ar. Hoje, Programa Rádio Vitrola, às 22h, com reprise amanhã, às 7h; aos domingos, Clássicos Sertanejos, às 6h: também aos domingos, Momento Jovem Guarda, às 17h, com reprise às 22h. Produção e apresentação: Marcelo Duarte.

Rádio ABC (1570). Causas Nobres. Produção e apresentação: Antonio Dalto. Hoje, às 10h.

Bandeirantes AM (840) e FM (90,9). Memória. Uma entrevista com Salomão Esper (primeira parte). Jornalista e radialista, Esper tem uma longa história na Band. Também atuou na rádio do Grande ABC. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;