Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Centésimo contra Timão ainda rende

Gol de falta em Barueri anotado no Campeonato Paulista de 2011 é lembrado até hoje por torcedores do Tricolor


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

11/12/2015 | 07:00


Se um torcedor são-paulino for questionado sobre um gol de Rogério Ceni, há enorme chance de ele citar o tento de falta diante do Corinthians, em Barueri, em duelo pelo Campeonato Paulista de 2011. Isso porque aquela foi a 100ª vez que o goleiro balançou a rede adversária na carreira e fez a alegria da torcida do Tricolor.

O momento não poderia ter sido melhor. O São Paulo vinha de quatro anos sem vitórias sobre o Corinthians no momento em que a rivalidade entre as equipes estava quente por conta da disputa sobre o Estádio do Morumbi. Além disso, a expectativa pelo 100º já perdurava, e a oportunidade perfeita para Rogério Ceni surgiu aos oito minutos do segundo tempo, quando o duelo estava 1 a 0 para o Tricolor – Dagoberto marcara.

Ralf cometeu falta em Fernandinho e o estádio passou a fervilhar de ansiedade assim que o camisa 1 iniciou o percurso até o local da falta. A bola foi ajeitada, e a barreira, montada por Júlio César. Liedson ainda ficou próximo do ponto de cobrança, tentando colocar pressão no arqueiro. Ineficaz.

Assim como já havia feito outras 99 vezes, Rogério Ceni olhou para o gol e pensou: ‘É ali’. Correu e bateu por cima do terceiro homem da barreira, como manda o beabá das cobranças de falta, com força e efeito suficientes para a bola ir escapando da mão direita de Júlio César, que nada pôde fazer, além de lamentar ao ouvir o barulho da pelota estufando a rede de seu ângulo direito: 2 a 0 (Dentinho descontaria depois) e explosão de alegria que dura até hoje na memória do são-paulino.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;