Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Rafael Marques provoca após título em casa: 'Tem que respeitar o Palmeiras'



03/12/2015 | 00:50


Após muitas provocações e desentendimentos em campos, o Palmeiras é campeão da Copa do Brasil, surpreendendo quem colocava o Santos como favorito da decisão. Por isso, os jogadores fizeram questão de lembrar o desdém que o time alviverde sofreu durante toda a final.

"Estávamos na final da Copa do Brasil e até as últimas rodadas brigando lá em cima no Brasileiro. Tem que respeitar. Não é qualquer time que faz o que fizemos nesse ano", disse o atacante Rafael Marques, que entrou no lugar de Gabriel Jesus e foi um dos cobradores de pênalti.

Outro que também aproveitou para responder as provocações foi o volante Arouca. "O David Braz é meu amigo, mas ele falou demais. Disse que a gente achava que era um time de homem, mas somos homem, sim, tanto que mostramos isso hoje", disparou.

Emocionado, Dudu, autor dos dois gols do Palmeiras no tempo normal, agradeceu ao apoio da torcida e da família e evitou provocações. "Falaram muita coisa, mas não é hora de falar sobre isso. Só tenho que agradecer a Deus, minha família e meus filhos por estarem sempre do meu lado, mesmo nos momentos mais complicados. E obrigado a todos que acreditaram em mim", comemorou, vindo às lágrimas logo em seguida.

O técnico Marcelo Oliveira comemorou aliviado uma conquista pessoal. Após ser vice-campeão três vezes, finalmente ele conseguiu o título da Copa do Brasil. "Estava batendo na trave. Em cinco edições, cheguei na final de quatro e não foi por acaso. Estava na hora de eu ser campeão", disse o treinador, enquanto abraçava o presidente Paulo Nobre.

Após o jogo, jogadores e diretoria invadiram o gramado para comemorar. "Temos que continuar sendo campeão em 2016. É difícil chegar em cima, mais ainda continuar lá em cima. O palmeirense tem uma obsessão de ser campeão e ganhar todos os jogos e vamos continuar assim ano que vem", disse o presidente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rafael Marques provoca após título em casa: 'Tem que respeitar o Palmeiras'


03/12/2015 | 00:50


Após muitas provocações e desentendimentos em campos, o Palmeiras é campeão da Copa do Brasil, surpreendendo quem colocava o Santos como favorito da decisão. Por isso, os jogadores fizeram questão de lembrar o desdém que o time alviverde sofreu durante toda a final.

"Estávamos na final da Copa do Brasil e até as últimas rodadas brigando lá em cima no Brasileiro. Tem que respeitar. Não é qualquer time que faz o que fizemos nesse ano", disse o atacante Rafael Marques, que entrou no lugar de Gabriel Jesus e foi um dos cobradores de pênalti.

Outro que também aproveitou para responder as provocações foi o volante Arouca. "O David Braz é meu amigo, mas ele falou demais. Disse que a gente achava que era um time de homem, mas somos homem, sim, tanto que mostramos isso hoje", disparou.

Emocionado, Dudu, autor dos dois gols do Palmeiras no tempo normal, agradeceu ao apoio da torcida e da família e evitou provocações. "Falaram muita coisa, mas não é hora de falar sobre isso. Só tenho que agradecer a Deus, minha família e meus filhos por estarem sempre do meu lado, mesmo nos momentos mais complicados. E obrigado a todos que acreditaram em mim", comemorou, vindo às lágrimas logo em seguida.

O técnico Marcelo Oliveira comemorou aliviado uma conquista pessoal. Após ser vice-campeão três vezes, finalmente ele conseguiu o título da Copa do Brasil. "Estava batendo na trave. Em cinco edições, cheguei na final de quatro e não foi por acaso. Estava na hora de eu ser campeão", disse o treinador, enquanto abraçava o presidente Paulo Nobre.

Após o jogo, jogadores e diretoria invadiram o gramado para comemorar. "Temos que continuar sendo campeão em 2016. É difícil chegar em cima, mais ainda continuar lá em cima. O palmeirense tem uma obsessão de ser campeão e ganhar todos os jogos e vamos continuar assim ano que vem", disse o presidente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;