Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Russos seqüestrados em Bagdá são libertados


Da AFP

04/06/2006 | 13:34


Os quatro funcionários da embaixada russa no Iraque que haviam sido seqüestrados no sábado em Bagdá já estão em liberdade, anunciou neste domingo o canal de TV Iraqia, citando o Ministério do Interior. Fontes policiais não confirmaram a informação, e a embaixada da Rússia não quis fazer comentários.

Em comunicado divulgado no sábado, o Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou o seqüestro e exigiu que os reféns fossem "tratados de forma humana e libertados imediatamente".

A chancelaria russa divulgou que, "devido ao ataque contra um carro da embaixada russa em Bagdá, um colaborador da representação, Vitali Titov, morreu, e o terceiro-secretário da embaixada, Fedor Zaitsev, e os colaboradores Rinat Agliulin, Anatoli Smirnov e Oleg Fedoseev foram seqüestrados".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Russos seqüestrados em Bagdá são libertados

Da AFP

04/06/2006 | 13:34


Os quatro funcionários da embaixada russa no Iraque que haviam sido seqüestrados no sábado em Bagdá já estão em liberdade, anunciou neste domingo o canal de TV Iraqia, citando o Ministério do Interior. Fontes policiais não confirmaram a informação, e a embaixada da Rússia não quis fazer comentários.

Em comunicado divulgado no sábado, o Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou o seqüestro e exigiu que os reféns fossem "tratados de forma humana e libertados imediatamente".

A chancelaria russa divulgou que, "devido ao ataque contra um carro da embaixada russa em Bagdá, um colaborador da representação, Vitali Titov, morreu, e o terceiro-secretário da embaixada, Fedor Zaitsev, e os colaboradores Rinat Agliulin, Anatoli Smirnov e Oleg Fedoseev foram seqüestrados".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;