Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Digimon estréia com boa audiência


Alessandro Soares
Da Redaçao

03/07/2000 | 19:23


  A batalha dos monstrinhos começou nesta segunda no início das férias de julho. Com mais tempo livre, as crianças que trocaram as brincadeiras pela nova programaçao matutina de desenhos que estreou na Globo conheceram Digimon, principal arma da emissora para combater Pokémon, da concorrente Record.

Digimon obteve pico de 13 pontos no Ibope, às 10h40. No mesmo horário, o programa Eliana e Alegria registrou 7 de média. Pokémon passa por volta das 11h15 no programa e nao bate de frente com a nova atraçao da Globo. No auge da pokemania brasileira, o desenho, que estreou em 1999 no Brasil e está em seu segundo ano, atingia 13 pontos na Record. Hoje, a média está entre 7 e 8 pontos. Nos Estados Unidos e no Japao, Digimon está batendo a audiência de Pokémon.

Os dois desenhos sao diferentes, mas se assemelham em métodos e objetivos. Os monstrinhos digimon sao pequenos mas, ao contrário dos pokémon, eles sao seres digitais e articulam frases com seus amigos humanos, nao vivem dentro de bolinhas, combatem monstros do mal em um mundo digital paralelo à Terra e possuem uma aura que pode torná-los seres malévolos. Tsunomon é um digimon parecido com o astro pokémon Pikachu, só que cor-de-rosa. O principal é Koromon, amigo do garoto Tai, líder de um grupo de sete crianças transportadas para o mundo digital.

A grande diferença entre os desenhos, contudo, está na atividade dos monstrinhos. Os pokémons sao seres encontrados pelas crianças para serem treinados e evoluir. O mal está embutido na maneira de ser de cada treinador.

Os digimon também evoluem, mas mudam de nome. No início, sao apenas cabeças saltitantes, que digievoluem para uma forma poderosa para combater monstros digitais.

Atrás da guerra de audiência entre Globo e Record pela preferência infantil, existe outra batalha pela distribuiçao de entretenimento no mundo entre as gigantes Warner (Pokémon) e Fox (Digimon). Quem ganha com tudo isso, sao os animadores japoneses, que criaram os desenhos, games, filmes (Pokémon 2 estréia este ano), brinquedos, álbum de figurinhas etc. A nova dor-de-cabeça dos pais está apenas começando.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Digimon estréia com boa audiência

Alessandro Soares
Da Redaçao

03/07/2000 | 19:23


  A batalha dos monstrinhos começou nesta segunda no início das férias de julho. Com mais tempo livre, as crianças que trocaram as brincadeiras pela nova programaçao matutina de desenhos que estreou na Globo conheceram Digimon, principal arma da emissora para combater Pokémon, da concorrente Record.

Digimon obteve pico de 13 pontos no Ibope, às 10h40. No mesmo horário, o programa Eliana e Alegria registrou 7 de média. Pokémon passa por volta das 11h15 no programa e nao bate de frente com a nova atraçao da Globo. No auge da pokemania brasileira, o desenho, que estreou em 1999 no Brasil e está em seu segundo ano, atingia 13 pontos na Record. Hoje, a média está entre 7 e 8 pontos. Nos Estados Unidos e no Japao, Digimon está batendo a audiência de Pokémon.

Os dois desenhos sao diferentes, mas se assemelham em métodos e objetivos. Os monstrinhos digimon sao pequenos mas, ao contrário dos pokémon, eles sao seres digitais e articulam frases com seus amigos humanos, nao vivem dentro de bolinhas, combatem monstros do mal em um mundo digital paralelo à Terra e possuem uma aura que pode torná-los seres malévolos. Tsunomon é um digimon parecido com o astro pokémon Pikachu, só que cor-de-rosa. O principal é Koromon, amigo do garoto Tai, líder de um grupo de sete crianças transportadas para o mundo digital.

A grande diferença entre os desenhos, contudo, está na atividade dos monstrinhos. Os pokémons sao seres encontrados pelas crianças para serem treinados e evoluir. O mal está embutido na maneira de ser de cada treinador.

Os digimon também evoluem, mas mudam de nome. No início, sao apenas cabeças saltitantes, que digievoluem para uma forma poderosa para combater monstros digitais.

Atrás da guerra de audiência entre Globo e Record pela preferência infantil, existe outra batalha pela distribuiçao de entretenimento no mundo entre as gigantes Warner (Pokémon) e Fox (Digimon). Quem ganha com tudo isso, sao os animadores japoneses, que criaram os desenhos, games, filmes (Pokémon 2 estréia este ano), brinquedos, álbum de figurinhas etc. A nova dor-de-cabeça dos pais está apenas começando.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;