Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

No PT, ditado é seguido à risca

A máxima do PT que petista marca reunião para agendar a próxima reunião, ontem, em Rio Grande da Serra, se confirmou


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/09/2015 | 07:00


A máxima do PT que petista marca reunião para agendar a próxima reunião, ontem, em Rio Grande da Serra, se confirmou. Vereadores do partido se encontraram na Câmara para debater a conjuntura regional. O evento foi capitaneado por Claudinho da Geladeira, coordenador da Macro ABC e provável candidato à Prefeitura em 2016. Foram horas de debate, de análise de cada cidade, de como fazer campanha em meio à crise institucional do PT. De prático, pouca coisa. Não houve avanços, por exemplo, se o PT de Diadema deve aguardar pelo ex-prefeito José de Filippi Júnior ou tirá-lo do páreo devido às denúncias que recaem em seus ombros da Operação Lava Jato. Ou se o prefeito Luiz Marinho (PT), de São Bernardo, deve rever sua posição e não mais apostar em Tarcisio Secoli (PT), secretário de Serviços Urbanos, como candidato governista. E, para valer a regra, encerrado o encontro, os parlamentares marcaram o endereço do próximo: no mês que vem, em São Caetano.

Para afastar boatos
A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) reuniu lideranças em seu escritório político em Mauá para reiterar que, em 2016, vai disputar a eleição à Prefeitura mauaense. Participaram do encontro o ex-prefeito Leonel Damo (PMDB), o presidente do PMDB local, José Carlos Orosco Júnior, e os vereadores Sandra Regina Vieira (PMDB), Jair da Farmácia (PMDB) e Manoel Lopes (DEM). O objetivo é afastar rumores de que a peemedebista não seria candidata ao Paço.

Troca partidária
Candidato a prefeito de Mauá em 2012 pelo Psol, o professor José Silva assinou ficha de filiação no PRP, cujo expoente é o vereador Admir Jacomussi. Há três anos, quando tentou comandar a cidade, Zé Silva recebeu 2.002 votos, ficando na sétima colocação – terminou apenas à frente de Diniz Lopes (PR), que não teve a votação computada.

Estranho no ninho
Chamou atenção a presença do deputado federal Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT), em uma das reuniões do PT de Diadema. O nome de Vicentinho é colocado como opção à corrida eleitoral da cidade, mas a bancada de vereadores sentenciou que, se José de Filippi Júnior (PT) se ausentar da disputa, um parlamentar representará o petismo nas urnas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;