Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Crianças participam de iniciativa para realizar travessia adequada

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Emeief da Vl.João Ramalho levou às ruas 1.340 alunos entre 6 e 10 anos


Yago Delbuoni
especial para o Diário

11/09/2015 | 07:00


 Com gritos de ‘queremos segurança no trânsito, crianças da Emeief Carolina Maria de Jesus fizeram ontem passeata na Estrada Cata Preta, na Vila João Ramalho, em Santo André. Ao todo, 1.340 alunos entre 6 e 10 anos participaram da ação, que faz parte do projeto Trânsito na Escola: Educar para a Segurança nas Ruas.

Além desta instituição, unidades de ensino nos bairros Vila Pires, Vila Dora, Parque Miami, Parque Erasmo e Jardim Alzira Franco também participam do projeto por ficarem em regiões em que a travessia para crianças é mais perigosa.

Para a professora Ivanete Nunes Santos, 53 anos, a passeata é importante para praticar o que foi aprendido em sala de aula. “Nada como aprender na prática a atravessar a rua e a postura correta no trânsito. Não adianta apenas usar panfletos e ficar na teoria.”

A diretora da escola, Márcia Regina Fontaneci, 41, disse que a caminhada tem a função de gerar mais consciência. “É a mobilização para que tenhamos um trânsito mais seguro. A ideia é que eles passem o que foi aprendido aos pais e todos à sua volta.”

Oito agentes de trânsito do DET (Departamento de Engenharia de Tráfego)de Santo André acompanharam a atividade. O agente Braila, 43, mencionou que o contato com as crianças tira a ideia de que o profissional só serve para aplicar multas. “Com essa aproximação, vemos que educar é muito melhor que punir. Elas (as crianças) precisam ter esse sentido de cidadania no trânsito.”

O aluno do 4º ano do Ensino Fundamental Carlos Enrique Pereira Lima, 9, lembrou o dia em que quase foi atropelado com um amigo. “Só queremos segurança para atravessar a rua. Quase fui atropelado. Eu e meu amigo estávamos brincando e ficamos distraídos. O motorista estava usando o celular.”

A iniciativa amplia a proposta do projeto Travessia Segura, que teve a retomada anunciada nesta semana pelo Consórcio Intermunicipal do Grande ABC. O investimento é de R$ 5,5 milhões e as atividades terão início a partir do dia 14 com o herói Mister Mão.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;