Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Operação do MP prende fiscais de renda do Estado


Do Diário do Grande ABC

14/08/2015 | 07:00


Promotores de Justiça do Gedec (Grupo de Atuação Especial de Repressão aos Delitos Econômicos) e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) realizaram operação, ontem, para cumprir mandados de prisão temporária contra três fiscais de renda do Estado. As prisões aconteceram em Santo André, Taubaté e na Capital. Entre os presos está o ex-delegado regional tributário de São Bernardo Newton Cley de Araújo.

Os outros dois presos são o inspetor fiscal aposentado Malvino Rodrigues e o também ex-delegado tributário do Estado Emílio Bruno. Com os investigados foram apreendidos documentos – entre eles escrituras de imóveis –, US$ 30 mil e R$ 30 mil em espécie, e dois carros de luxo blindados.

Conforme o Ministério Público, a ação dá sequência à Operação Zinabre, desencadeada no dia 27 de julho, e que investiga esquema de corrupção envolvendo fiscais de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) que cobravam propina de empresas.

O Ministério Público já havia denunciado nove fiscais de rendas de ICMS, dos quais sete estão presos preventivamente, como resultado da investigação. A denúncia imputa aos fiscais os crimes de exigir vantagem indevida em razão do cargo (previsto na Lei de Crimes contra a Ordem Tributária) e formação de quadrilha.

O esquema foi revelado pelo doleiro Alberto Youssef, detido na Operação Lava Jato, que apura desvios na Petrobras. A investigação criminal prossegue para apurar a existência de outros fatos criminosos, lavagem de dinheiro e identificação de partícipes. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Operação do MP prende fiscais de renda do Estado

Do Diário do Grande ABC

14/08/2015 | 07:00


Promotores de Justiça do Gedec (Grupo de Atuação Especial de Repressão aos Delitos Econômicos) e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) realizaram operação, ontem, para cumprir mandados de prisão temporária contra três fiscais de renda do Estado. As prisões aconteceram em Santo André, Taubaté e na Capital. Entre os presos está o ex-delegado regional tributário de São Bernardo Newton Cley de Araújo.

Os outros dois presos são o inspetor fiscal aposentado Malvino Rodrigues e o também ex-delegado tributário do Estado Emílio Bruno. Com os investigados foram apreendidos documentos – entre eles escrituras de imóveis –, US$ 30 mil e R$ 30 mil em espécie, e dois carros de luxo blindados.

Conforme o Ministério Público, a ação dá sequência à Operação Zinabre, desencadeada no dia 27 de julho, e que investiga esquema de corrupção envolvendo fiscais de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) que cobravam propina de empresas.

O Ministério Público já havia denunciado nove fiscais de rendas de ICMS, dos quais sete estão presos preventivamente, como resultado da investigação. A denúncia imputa aos fiscais os crimes de exigir vantagem indevida em razão do cargo (previsto na Lei de Crimes contra a Ordem Tributária) e formação de quadrilha.

O esquema foi revelado pelo doleiro Alberto Youssef, detido na Operação Lava Jato, que apura desvios na Petrobras. A investigação criminal prossegue para apurar a existência de outros fatos criminosos, lavagem de dinheiro e identificação de partícipes. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;