Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com dores, Cielo avança nos 50m borboleta em Kazan; revezamento obtém 2º tempo



02/08/2015 | 08:55


Não foi a estreia que Cesar Cielo esperava no Mundial de Esportes Aquáticos. Com dores, o brasileiro foi mal na preliminar dos 50 metros borboleta e quase ficou de fora da semifinal da disputa em Kazan, na Rússia, neste domingo. Na sequência, o revezamento do Brasil no 4x100 metros avançou à final com o segundo melhor tempo.

Cielo sentiu as mesmas dores no ombro que havia enfrentado durante sua preparação para o Mundial. Mesmo assim, conseguiu a classificação, com a antepenúltima colocação, registrando 23s66. O brasileiro, que busca o tricampeonato mundial na distância, entrará na piscina mais uma vez neste domingo para disputar a vaga na final.

Ele terá a companhia de Nicholas Santos, que obteve o sexto melhor tempo da preliminar, com 23s41. O francês Florent Manaudou liderou a sessão, com 23s15, seguido do húngaro Laszlo Cseh, com 23s32.

O Brasil também caiu na piscina neste domingo para disputar a preliminar do 4x100 metros livre. E não fez feio. Marcelo Chierighini, Matheus Santana, Bruno Fratus e João de Lucca colocaram o time brasileiro na final com o segundo melhor tempo da sessão, com 3min13s99. Só ficaram atrás dos anfitriões russos, que anotaram 3min12s46.

A decisão da medalha de ouro, ainda neste domingo, terá ainda Canadá, Itália, França, Polônia, Japão e China. A surpresa da eliminatória foi o fraco rendimento dos Estados Unidos. Sem contar com suas principais estrelas, o time norte-americano ficou de fora da final ao marcar apenas o 11º tempo (3min16s01).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Com dores, Cielo avança nos 50m borboleta em Kazan; revezamento obtém 2º tempo


02/08/2015 | 08:55


Não foi a estreia que Cesar Cielo esperava no Mundial de Esportes Aquáticos. Com dores, o brasileiro foi mal na preliminar dos 50 metros borboleta e quase ficou de fora da semifinal da disputa em Kazan, na Rússia, neste domingo. Na sequência, o revezamento do Brasil no 4x100 metros avançou à final com o segundo melhor tempo.

Cielo sentiu as mesmas dores no ombro que havia enfrentado durante sua preparação para o Mundial. Mesmo assim, conseguiu a classificação, com a antepenúltima colocação, registrando 23s66. O brasileiro, que busca o tricampeonato mundial na distância, entrará na piscina mais uma vez neste domingo para disputar a vaga na final.

Ele terá a companhia de Nicholas Santos, que obteve o sexto melhor tempo da preliminar, com 23s41. O francês Florent Manaudou liderou a sessão, com 23s15, seguido do húngaro Laszlo Cseh, com 23s32.

O Brasil também caiu na piscina neste domingo para disputar a preliminar do 4x100 metros livre. E não fez feio. Marcelo Chierighini, Matheus Santana, Bruno Fratus e João de Lucca colocaram o time brasileiro na final com o segundo melhor tempo da sessão, com 3min13s99. Só ficaram atrás dos anfitriões russos, que anotaram 3min12s46.

A decisão da medalha de ouro, ainda neste domingo, terá ainda Canadá, Itália, França, Polônia, Japão e China. A surpresa da eliminatória foi o fraco rendimento dos Estados Unidos. Sem contar com suas principais estrelas, o time norte-americano ficou de fora da final ao marcar apenas o 11º tempo (3min16s01).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;