Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Por que as escolas aplicam provas?

Arquivo pessoal  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Hábito de estudos diários fora da escola ajuda a evitar momentos de tensão nos testes


Luís Felipe Soares

02/08/2015 | 07:15


A presença das provas nas escolas tem o objetivo de fazer com que os alunos reflitam sobre tudo o que lhes foi ensinado até aquele momento. Apesar de parecer apenas uma avaliação, as provas são mais um elemento de aprendizado para o grupo. As questões propostas fazem com que o estudante mobilize todo conhecimento que tem sobre um assunto específico, seja de português, matemática ou ciências.

É importante ficar de olho em dúvidas que aparecem durante a prova. Nessa espécie de ‘alerta’, o aluno precisa estar aberto para a reflexão sobre conteúdos estudados durante as aulas que, de certa forma, não foram compreendidos totalmente e há a necessidade de serem retomados para que possa avançar em novas construções.

Muitas vezes há erros que surgem por causa de distrações. Não lembrar de um personagem importante ou copiar um número errado de uma conta pode acontecer. O processo de análise desses erros depois da correção das provas ajuda os alunos a ficarem mais atentos nas próximas avaliações.

PROFESSORES

Do lado dos professores e da coordenação das escolas, as avaliações apontam caminhos de como os estudantes da sala estão compreendendo o que está sendo trabalhado. Também auxiliam a dizer se existe a necessidade de revisões e novas orientações.

Para que a hora da prova seja um momento mais tranquilo, a principal dica é manter hábitos de estudo quando não se está mais na escola. Rever em casa os assuntos tratados no dia pode fazer com que apareçam dúvidas que não existiam antes. O importante é ter tempo extra para se resolver qualquer tipo de dificuldade, seja pesquisando, revendo exercícios realizados ou conversando com os professores.

Isabella Campos de Aguiar, 9 anos, de São Caetano, não é muito fã de fazer as avaliações. “Acho que as provas existem para a escola ver se estamos aprendendo direito. É meio difícil fazer, porque sempre tem uma pressão para você acertar tudo”, comentou a menina.

Consultoria de Kelly Toscano, professora e coordenadora pedagógica do Colégio Metodista, de São Bernardo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Por que as escolas aplicam provas?

Hábito de estudos diários fora da escola ajuda a evitar momentos de tensão nos testes

Luís Felipe Soares

02/08/2015 | 07:15


A presença das provas nas escolas tem o objetivo de fazer com que os alunos reflitam sobre tudo o que lhes foi ensinado até aquele momento. Apesar de parecer apenas uma avaliação, as provas são mais um elemento de aprendizado para o grupo. As questões propostas fazem com que o estudante mobilize todo conhecimento que tem sobre um assunto específico, seja de português, matemática ou ciências.

É importante ficar de olho em dúvidas que aparecem durante a prova. Nessa espécie de ‘alerta’, o aluno precisa estar aberto para a reflexão sobre conteúdos estudados durante as aulas que, de certa forma, não foram compreendidos totalmente e há a necessidade de serem retomados para que possa avançar em novas construções.

Muitas vezes há erros que surgem por causa de distrações. Não lembrar de um personagem importante ou copiar um número errado de uma conta pode acontecer. O processo de análise desses erros depois da correção das provas ajuda os alunos a ficarem mais atentos nas próximas avaliações.

PROFESSORES

Do lado dos professores e da coordenação das escolas, as avaliações apontam caminhos de como os estudantes da sala estão compreendendo o que está sendo trabalhado. Também auxiliam a dizer se existe a necessidade de revisões e novas orientações.

Para que a hora da prova seja um momento mais tranquilo, a principal dica é manter hábitos de estudo quando não se está mais na escola. Rever em casa os assuntos tratados no dia pode fazer com que apareçam dúvidas que não existiam antes. O importante é ter tempo extra para se resolver qualquer tipo de dificuldade, seja pesquisando, revendo exercícios realizados ou conversando com os professores.

Isabella Campos de Aguiar, 9 anos, de São Caetano, não é muito fã de fazer as avaliações. “Acho que as provas existem para a escola ver se estamos aprendendo direito. É meio difícil fazer, porque sempre tem uma pressão para você acertar tudo”, comentou a menina.

Consultoria de Kelly Toscano, professora e coordenadora pedagógica do Colégio Metodista, de São Bernardo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;