Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil encerra a ginástica ritímica com mais dois pódios e celebra

Estadão Conteúdo  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

País é o segundo melhor da modalidade, mas perde duas medalhas em comparação a 2011


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

21/07/2015 | 07:00


O Brasil encerrou ontem com mais duas medalhas a participação vitoriosa na ginástica rítmica dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. A paranaense Angélica Kvieczynski foi bronze na fita e conquistou a 100ª medalha para o País, que na sequência chegou ao 101º pódio no geral com a prata no conjunto de dois arcos e três pares de maças.

Com os resultados de ontem, o Brasil comemora o fato de ter subido ao pódio em todas as cinco provas coletivas da modalidade. Foram duas medalhas de ouro no conjunto com cinco fitas e no geral, uma prata, justamente a de ontem, no conjunto de dois arcos e três pares de maças. Além disso, o País conseguiu as dois bronzes conquistados por Angélica Kvieczynski na prova da fita e do arco. O rendimento só não foi melhor que o dos Estados Unidos, que conseguiram seis ouros, seis pratas e um bronze.

Apesar de comemorar o rendimento, o Brasil foi menos produtivo em relação ao Pan-Americano de Guadalajara, no México, em 2011, quando conseguiu um ouro e um bronze a mais do que em Toronto.

Agora o grupo se despede do Canadá e já foca na disputa do Mundial da Alemanha, que será disputado em Stuttgart, de 7 a 13 de setembro. “Com certeza vamos para o Mundial querendo mais. Essas meninas têm tudo para conseguir o resultado que a gente tanto espera. Vamos continuar treinando e dando o nosso máximo para chegar na Alemanha e garantir a nossa classificação olímpica”, afirmou a técnica Camila Ferezin.

Um dos grandes nomes do Brasil na modalidade, Angélica também está confiante para brilhar em solo alemão. “Entrei para cravar a série e cumprir o meu objetivo. Vim para fazer meu melhor e fiz. Estou muito feliz. Essas medalhas têm gosto de ouro”, destacou. “Agora o foco é total no Mundial. A gente está no caminho certo”, acrescentou a paranaense. 

Atletismo tem nove ouros em disputa

Hoje é um dia que promete emoções para o atletismo do Brasil no Pan, sobretudo para os representantes da BM&FBovespa/São Caetano. Serão 20 atletas – sendo metade da equipe da região – em busca de nove medalhas que estarão em jogo no primeiro dia de finais das competições de pista e campo – o País já conseguiu duas pratas e um bronze na maratona feminina e na marcha atlética.

Chamam atenção as provas de salto, que terão quatro atletas de São Caetano em disputa. O triplo, com final às 19h, terá a participação de Keila Costa e Núbia Soares. Já Fabio Gomes dos Santos compete no salto com vara e Higor Silva Alves estará no salto em distância, a partir das 11h.

No salto com vara, além de Fabio Gomes, o Brasil será representado por Thiago Braz, atual segundo colocado do ranking mundial. Os dois têm grande oportunidade de conseguirem dobradinha na prova, que terá a final a partir das 11h15.

Outro destaque será a prova dos 100 m (11h30), que mais uma vez terá duelo particular entre as brasileiras Ana Claudia Lemos, de São Caetano, e Rosângela Santos, do Pinheiros.

Os outros atletas de São Caetano em ação serão: Juliana Gomes (5.000 m), Adelly Oliveira Santos (100 m com barreira), as irmãs Jailma (400 m) e Jucilene Sales de Lima (lançamento do dardo) e Darlan Romani (arremesso do peso).

País entra na luta por mais dez pódios em quatro modalidades

Além dos nove pódios em disputa no atletismo, o Brasil e o Grande ABC têm outras chances de medalhas hoje no Canadá. No vôlei de praia, por exemplo, a dupla Alvaro Magliano/Vitor Araújo faz a final diante dos mexicanos Rodolfo Ontiveros/Juan Virgem, às 22h. Já no feminino, Liliane Maestrini/Carolina Horta lutam pelo bronze contra as anfitriãs Melissa Paredes/Taylor Pischke, às 16h.

No tênis de mesa, o Brasil disputa as duas semifinais e já garantiu ao menos os bronzes. Primeiro, às 11h, entram em ação as mulheres, com a equipe formada por Gui Lin, de São Bernardo, Caroline Kumahara, de São Caetano, e Ligia Silva, que enfrenta Porto Rico. Os homens – Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi, ambos de São Caetano, e Thiago Monteiro –, pegam o time paraguaio, às 13h.

No taekwondo, São Caetano será representado por André Bilia Oliveira, que tenta a medalha na categoria até 80 kg, enquanto Julia Vasconcelos é a representante do Brasil na categoria até 67 kg. As eliminatórias serão realizadas a partir das 15h e a final será às 22h15.

Outros candidatos do Brasil ao pódio em Toronto estão na esgrima. No individual masculina, os representantes serão Nicolas Ferreira e Athos Schwantes. Na mesma prova entre as mulheres, estão Rayssa Costa e Nathalie Moellhausen. As preliminares serão às 10h e as finais estão programadas para ocorrer a partir das 18h10.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil encerra a ginástica ritímica com mais dois pódios e celebra

País é o segundo melhor da modalidade, mas perde duas medalhas em comparação a 2011

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

21/07/2015 | 07:00


O Brasil encerrou ontem com mais duas medalhas a participação vitoriosa na ginástica rítmica dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. A paranaense Angélica Kvieczynski foi bronze na fita e conquistou a 100ª medalha para o País, que na sequência chegou ao 101º pódio no geral com a prata no conjunto de dois arcos e três pares de maças.

Com os resultados de ontem, o Brasil comemora o fato de ter subido ao pódio em todas as cinco provas coletivas da modalidade. Foram duas medalhas de ouro no conjunto com cinco fitas e no geral, uma prata, justamente a de ontem, no conjunto de dois arcos e três pares de maças. Além disso, o País conseguiu as dois bronzes conquistados por Angélica Kvieczynski na prova da fita e do arco. O rendimento só não foi melhor que o dos Estados Unidos, que conseguiram seis ouros, seis pratas e um bronze.

Apesar de comemorar o rendimento, o Brasil foi menos produtivo em relação ao Pan-Americano de Guadalajara, no México, em 2011, quando conseguiu um ouro e um bronze a mais do que em Toronto.

Agora o grupo se despede do Canadá e já foca na disputa do Mundial da Alemanha, que será disputado em Stuttgart, de 7 a 13 de setembro. “Com certeza vamos para o Mundial querendo mais. Essas meninas têm tudo para conseguir o resultado que a gente tanto espera. Vamos continuar treinando e dando o nosso máximo para chegar na Alemanha e garantir a nossa classificação olímpica”, afirmou a técnica Camila Ferezin.

Um dos grandes nomes do Brasil na modalidade, Angélica também está confiante para brilhar em solo alemão. “Entrei para cravar a série e cumprir o meu objetivo. Vim para fazer meu melhor e fiz. Estou muito feliz. Essas medalhas têm gosto de ouro”, destacou. “Agora o foco é total no Mundial. A gente está no caminho certo”, acrescentou a paranaense. 

Atletismo tem nove ouros em disputa

Hoje é um dia que promete emoções para o atletismo do Brasil no Pan, sobretudo para os representantes da BM&FBovespa/São Caetano. Serão 20 atletas – sendo metade da equipe da região – em busca de nove medalhas que estarão em jogo no primeiro dia de finais das competições de pista e campo – o País já conseguiu duas pratas e um bronze na maratona feminina e na marcha atlética.

Chamam atenção as provas de salto, que terão quatro atletas de São Caetano em disputa. O triplo, com final às 19h, terá a participação de Keila Costa e Núbia Soares. Já Fabio Gomes dos Santos compete no salto com vara e Higor Silva Alves estará no salto em distância, a partir das 11h.

No salto com vara, além de Fabio Gomes, o Brasil será representado por Thiago Braz, atual segundo colocado do ranking mundial. Os dois têm grande oportunidade de conseguirem dobradinha na prova, que terá a final a partir das 11h15.

Outro destaque será a prova dos 100 m (11h30), que mais uma vez terá duelo particular entre as brasileiras Ana Claudia Lemos, de São Caetano, e Rosângela Santos, do Pinheiros.

Os outros atletas de São Caetano em ação serão: Juliana Gomes (5.000 m), Adelly Oliveira Santos (100 m com barreira), as irmãs Jailma (400 m) e Jucilene Sales de Lima (lançamento do dardo) e Darlan Romani (arremesso do peso).

País entra na luta por mais dez pódios em quatro modalidades

Além dos nove pódios em disputa no atletismo, o Brasil e o Grande ABC têm outras chances de medalhas hoje no Canadá. No vôlei de praia, por exemplo, a dupla Alvaro Magliano/Vitor Araújo faz a final diante dos mexicanos Rodolfo Ontiveros/Juan Virgem, às 22h. Já no feminino, Liliane Maestrini/Carolina Horta lutam pelo bronze contra as anfitriãs Melissa Paredes/Taylor Pischke, às 16h.

No tênis de mesa, o Brasil disputa as duas semifinais e já garantiu ao menos os bronzes. Primeiro, às 11h, entram em ação as mulheres, com a equipe formada por Gui Lin, de São Bernardo, Caroline Kumahara, de São Caetano, e Ligia Silva, que enfrenta Porto Rico. Os homens – Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi, ambos de São Caetano, e Thiago Monteiro –, pegam o time paraguaio, às 13h.

No taekwondo, São Caetano será representado por André Bilia Oliveira, que tenta a medalha na categoria até 80 kg, enquanto Julia Vasconcelos é a representante do Brasil na categoria até 67 kg. As eliminatórias serão realizadas a partir das 15h e a final será às 22h15.

Outros candidatos do Brasil ao pódio em Toronto estão na esgrima. No individual masculina, os representantes serão Nicolas Ferreira e Athos Schwantes. Na mesma prova entre as mulheres, estão Rayssa Costa e Nathalie Moellhausen. As preliminares serão às 10h e as finais estão programadas para ocorrer a partir das 18h10.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;