Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Acordo rende R$ 21 mi para construtora Cappellano em São Bernardo

Ari Paleta/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Zeca assumiu Construtora Cappellano em 2009 e firmou contrato com Marinho no ano seguinte; agora, receberá R$ 25 mi em nova licitação


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

18/07/2015 | 07:00


Filho da dona da SBCTrans, Maria Beatriz Setti Braga, José Romano Netto fez com que a Construtora Cappellano faturasse alto com o governo do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT). Zeca, como é conhecido, comprou a empreiteira em 2009 e, no ano seguinte, firmou primeiro contrato com a gestão petista, que resultou em R$ 20,9 milhões em quatro anos.

Nesta semana, foi declarado vencedor em outra licitação milionária em São Bernardo, para executar obras para estabilização de encostas em áreas de risco. Também vai liderar principal obra do governo Saulo Benevides (PMDB): o teleférico.

Fundada em 2006, três anos depois a Construtora Cappellano foi para as mãos da família Braga. Além de Zeca, Bia Braga integrou o quadro societário da empresa até 2012. À frente da SBCTrans, ela administra o transporte coletivo de São Bernardo desde 1998.

Zeca hoje tem R$ 24,9 milhões em participações da Cappellano. Seu primeiro contrato com a Prefeitura de São Bernardo foi serviço de reforma de quadras de esporte nas escolas da cidade. Recebeu R$ 20,9 milhões entre 2010 e 2014.

Na segunda-feira, o governo petista divulgou que a Construtora Cappellano sagrou-se vencedora de licitação para “execução de obras de estabilização de taludes e encostas, contribuindo para a eliminação de condições de riscos no município”. Superou as empreiteiras Emparsanco, Compec Galasso e DP Barros Pavimentação. Vai receber R$ 24,8 milhões e espera apenas prazos de recurso para ter contrato homologado.

No início de julho, foi homologada para executar a principal promessa de campanha de Saulo: o teleférico. Para a obra, receberá R$ 25 milhões. Para início físico do projeto, aguarda apenas aval da Caixa Econômica Federal às últimas papeladas encaminhadas pela Prefeitura de Ribeirão Pires.

A Construtora Cappellano também firmou acordo, desta vez no início do ano, com o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) para construir a ETA (Estação de Tratamento de Água) do Pedroso. O investimento previsto é de R$ 75 milhões e a obra será gerida ao lado da empreiteira Construtami.

A Prefeitura de São Bernardo não quis se manifestar a respeito da relação de Zeca com o governo Marinho. Procurada, a empresa também evitou responder questionamentos da equipe do Diário. Zeca não foi localizado para comentar o assunto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Acordo rende R$ 21 mi para construtora Cappellano em São Bernardo

Zeca assumiu Construtora Cappellano em 2009 e firmou contrato com Marinho no ano seguinte; agora, receberá R$ 25 mi em nova licitação

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

18/07/2015 | 07:00


Filho da dona da SBCTrans, Maria Beatriz Setti Braga, José Romano Netto fez com que a Construtora Cappellano faturasse alto com o governo do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT). Zeca, como é conhecido, comprou a empreiteira em 2009 e, no ano seguinte, firmou primeiro contrato com a gestão petista, que resultou em R$ 20,9 milhões em quatro anos.

Nesta semana, foi declarado vencedor em outra licitação milionária em São Bernardo, para executar obras para estabilização de encostas em áreas de risco. Também vai liderar principal obra do governo Saulo Benevides (PMDB): o teleférico.

Fundada em 2006, três anos depois a Construtora Cappellano foi para as mãos da família Braga. Além de Zeca, Bia Braga integrou o quadro societário da empresa até 2012. À frente da SBCTrans, ela administra o transporte coletivo de São Bernardo desde 1998.

Zeca hoje tem R$ 24,9 milhões em participações da Cappellano. Seu primeiro contrato com a Prefeitura de São Bernardo foi serviço de reforma de quadras de esporte nas escolas da cidade. Recebeu R$ 20,9 milhões entre 2010 e 2014.

Na segunda-feira, o governo petista divulgou que a Construtora Cappellano sagrou-se vencedora de licitação para “execução de obras de estabilização de taludes e encostas, contribuindo para a eliminação de condições de riscos no município”. Superou as empreiteiras Emparsanco, Compec Galasso e DP Barros Pavimentação. Vai receber R$ 24,8 milhões e espera apenas prazos de recurso para ter contrato homologado.

No início de julho, foi homologada para executar a principal promessa de campanha de Saulo: o teleférico. Para a obra, receberá R$ 25 milhões. Para início físico do projeto, aguarda apenas aval da Caixa Econômica Federal às últimas papeladas encaminhadas pela Prefeitura de Ribeirão Pires.

A Construtora Cappellano também firmou acordo, desta vez no início do ano, com o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) para construir a ETA (Estação de Tratamento de Água) do Pedroso. O investimento previsto é de R$ 75 milhões e a obra será gerida ao lado da empreiteira Construtami.

A Prefeitura de São Bernardo não quis se manifestar a respeito da relação de Zeca com o governo Marinho. Procurada, a empresa também evitou responder questionamentos da equipe do Diário. Zeca não foi localizado para comentar o assunto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;