Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Banco do Japão (BoJ) mantém política monetária inalterada



15/07/2015 | 05:01


O Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) decidiu manter sua política monetária inalterada em reunião de dois dias concluída hoje e mostrou-se menos otimista em relação à perspectiva da inflação e da economia do país.

Por 8 votos a 1, o BoJ manteve inalterado o volume anual do programa de compras de ativos em 80 trilhões de ienes, decisão que veio em linha com a expectativa dos analistas. Como ocorreu em encontros anteriores, o único dirigente contrário à manutenção do volume atual foi Takahide Kiuchi, que mais uma vez sugeriu reduzir o programa para 45 trilhões de ienes anuais.

Além disso, o BoJ reduziu sua projeção para o núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Japão, de +0,8% para +0,7% no ano fiscal de 2015, que se encerra em março do ano que vem, e de +2,0% para +1,9%, para o ano fiscal de 2016. O BoJ também cortou suas previsões de inflação para os dois anos seguintes, a 1,9% e 1,8%, respectivamente.

Nos últimos meses, a inflação japonesa recuou para algo em torno de zero, o que prejudicou a credibilidade da política do presidente do BoJ, Haruhiko Kuroda, que lançou amplas medidas de relaxamento monetário há cerca de dois anos com a promessa de fazer os preços ao consumidor atingirem alta de 2% em ritmo relativamente rápido.

Em relação à economia do Japão, o BoJ reduziu sua projeção de crescimento real para este ano fiscal pelo segundo trimestre consecutivo, de 2,0% para 1,7%. Para o ano até março de 2017, o BC japonês continua projetando expansão de 1,5%, e para o ano seguinte, de 0,2%. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Banco do Japão (BoJ) mantém política monetária inalterada


15/07/2015 | 05:01


O Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) decidiu manter sua política monetária inalterada em reunião de dois dias concluída hoje e mostrou-se menos otimista em relação à perspectiva da inflação e da economia do país.

Por 8 votos a 1, o BoJ manteve inalterado o volume anual do programa de compras de ativos em 80 trilhões de ienes, decisão que veio em linha com a expectativa dos analistas. Como ocorreu em encontros anteriores, o único dirigente contrário à manutenção do volume atual foi Takahide Kiuchi, que mais uma vez sugeriu reduzir o programa para 45 trilhões de ienes anuais.

Além disso, o BoJ reduziu sua projeção para o núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Japão, de +0,8% para +0,7% no ano fiscal de 2015, que se encerra em março do ano que vem, e de +2,0% para +1,9%, para o ano fiscal de 2016. O BoJ também cortou suas previsões de inflação para os dois anos seguintes, a 1,9% e 1,8%, respectivamente.

Nos últimos meses, a inflação japonesa recuou para algo em torno de zero, o que prejudicou a credibilidade da política do presidente do BoJ, Haruhiko Kuroda, que lançou amplas medidas de relaxamento monetário há cerca de dois anos com a promessa de fazer os preços ao consumidor atingirem alta de 2% em ritmo relativamente rápido.

Em relação à economia do Japão, o BoJ reduziu sua projeção de crescimento real para este ano fiscal pelo segundo trimestre consecutivo, de 2,0% para 1,7%. Para o ano até março de 2017, o BC japonês continua projetando expansão de 1,5%, e para o ano seguinte, de 0,2%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;