Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Novi luta para desbancar ‘clã’ dos Mamedes na CBJ


Edélcio Cândido
Do Diário do Grande ABC

06/02/2001 | 00:46


Tão ou mais polêmico que o presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, o presidente da CBJ (Confederação Brasileira de Judô), Joaquim Mamede de Carvalho, anunciou nesta segunda a retirada de sua candidatura à reeleição da entidade, na votação do próximo dia 16 de março. A desistência de Mamede deu maior esperança à chapa oposicionista (Conciliação Nacional) liderada pelo diretor-técnico da CBDU (Confederação Brasileira Universitária ), o andreense Luiz Carlos Novi, 55 anos.

Depois de trabalhar por mais de 20 anos nas equipes de base do judô no Clube Atlético Pirelli, de Santo André, Novi se projetou nacionalmente e decidiu encarar mais um desafio. Com apoio do campeão olímpico, Aurélio Miguel, além de federações do Norte/Nordeste do país, entre outras, Novi concorrerá a eleição com o candidato apoiado pelo clã dos Mamedes, Paulo Vanderlei. Segundo Novi, há duas décadas o judô brasileiro é manipulado por essa família carioca com administrações cercadas de irregularidades, favorecimentos e corrupção.

Segundo Aurélio Miguel – um trunfo de peso para a eleição –, Luiz Carlos Novi é “o único que sempre teve um projeto para o judô brasileiro, que deseja a renovação e a conciliação”. Miguel disse segunda que “sempre teve simpatia pelo trabalho de Novi no judô universitário”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;