Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

LDO aprovada tem aumento abaixo da inflação

Vereadores avalizaram investimentos em R$ 4,99 bilhões, apenas R$ 100 mil a mais do que o anterior


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

25/06/2015 | 07:00


Os vereadores de São Bernardo aprovaram ontem a proposta de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício de 2016, no valor de R$ 4,99 bilhões. O número é R$ 100 mil a mais da peça orçamentária anterior, acréscimo tímido de 2% no comparativo de planos, representando menos da metade do índice inflacionário, registrado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), de 8,4%.

A matéria, aprovada por unanimidade, fechou os trabalhos do Legislativo neste primeiro semestre. A Casa retoma as atividades no dia 5 de agosto.

A propositura reserva os maiores investimentos para os setores da Saúde (R$ 1 bilhão) e Educação (R$ 925 milhões). Em Transporte serão cerca de R$ 634 milhões, além de R$ 402 milhões para Habitação.

Para garantir aprovação do plano, o presidente da Casa, José Luís Ferrarezi (PT), necessitou convocar sessão extraordinária, arrastando os trabalhos em mais de cinco horas.


AUXÍLIO
Moradores do Jardim das Oliveiras 3, no antigo Lixão do Alvarenga, foram à sessão para pedir ajuda aos vereadores contra o governo do prefeito Luiz Marinho (PT), que, segundo eles, está depreciando os valores das residências e ameaça desapropriação.

Vereador governista, Tião Mateus (PT) garantiu que o teor da conversa será levado a Marinho. “Acredito que vamos encontrar uma solução para equacionar a questão. Defendo que os imóveis sejam negociados por preço justo”.

Oposicionista, Julinho Fuzari (PPS) entoou crítica à gestão petista. “A mobilização de hoje (ontem) sensibilizou os vereadores e fará esse governo mudar a postura.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;