Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Pezao pode perder a chance de ir para Itália


Marisa Amaral
Da Redaçao

14/01/1999 | 23:42


  O atacante Eduardo Arruda, o Pezao, do SOS Computadores/Sao Caetano, recebeu uma proposta irrecusável do Conad Ferrara, da Itália, mas o clube da regiao nao quer liberar o jogador, alegando que ele é fundamental para o bom andamento do time na Superliga Nacional de Vôlei Masculino, que precisa de um bom resultado para segurar o patrocinador para o próximo ano.

"Vou ter de trabalhar quatro anos aqui para chegar ao que eu ganharia em três meses na Itália", disse Pezao, após a derrota no tie-break para o Olympikus, com parciais (25/22, 23/25, 14/25, 31/ 29 e 15/12, em 118 minutos), quarta à noite, no ginásio Milton Feijao. "Isso me abala psicologicamente. Estou triste."

Apesar da decepçao, como um bom profissional, Pezao nao caiu de rendimento. "Vou continuar a trabalhar da melhor forma, buscar a liderança como o maior pontuador na liga. Tem como eu rescindir o contrato, até porque nao estou preso oficialmente ao clube. Mas o time precisa de mim para conseguir um bom resultado na competiçao, o que será fundamental para segurar o patrocinador no próximo ano", explicou o atacante, que figura na terceira posiçao na classificaçao de maior pontuador, com 129 pontos (119 de ataque, nove de bloqueio e um de saque). O líder é Lilico, do Barao Ceval (134 pontos), seguido de Joel, do Banespa (133 pontos).

Os italianos também ficaram decepcionados com a possibilidade de Pezao nao defender o Conad Ferrara. "Sou mais conhecido internacionalmente, porque joguei quatro anos no Japao e fui eleito o melhor jogador por três temporadas. O técnico de lá precisa de um oposto, que é a minha posiçao, e me convidou na terça-feira. Eles ainda estao insistindo, mantendo contato e a minha mae já está até aprendendo a falar italiano de tanto fax e telefonemas que recebemos, mas o Sao Caetano nao pretende me liberar", comentou.

Na quarta, o time de Sao Caetano jogou bem, estava concentrado e determinado, e conseguiu surpreender o forte líder invicto Olympikus, chegando inclusive a quase vencer a partida. No entanto, após ganhar facilmente o terceiro set, simplesmente anulando o adversário em quadra, bobeou no quarto set e se entregou no tie-break. "Perder por 3 a 2 para o Olympikus é um bom resultado. A nossa equipe está entrando em pane após o 16º ponto. Ainda nao sabemos administrar isso, nao estamos tendo lucidez para fechar", analisou o atacante.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pezao pode perder a chance de ir para Itália

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;