Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Países farão 'Cúpula dos Povos' em Quebec


Das Agênicas

14/04/2001 | 14:42


A segunda "Cúpula dos Povos", organizada em Quebec de forma paralela à III Cúpula das Américas, receberá a partir de terça-feira aproximadamente 2 mil representantes de organizações da sociedade civil do continente.

Os principais sindicatos e movimentos sociais de 35 países da América, entre os quais Cuba, excluída do encontro oficial, estarão representados nesta reunião paralela, que tentará apresentar propostas de integração alternativas ao projeto da Área de Livre Comércio das Américas (Alca).

Uma grande manifestação popular, a "Marcha dos povos das Américas", fechará este encontro no próximo sábado. Temendo atos isolados de violência, os organizadores insistiram no caráter "pacífico" da marcha.

A primeira "Cúpula dos Povos" foi uma iniciativa da Aliança Social Comercial (ASC), uma coalizão pan-americana de organizações sociais e ecológicas. Aconteceu em Santiago do Chile, em 1998, paralelamente à II Cúpula das Américas.

Esta de Quebec também foi iniciativa da ASC, junto com duas entidades canadenses: a Rede Quebequense para a Intergração Continental e Fronteiras Comuns.

Seus participantes denunciam o projeto Alca, que consideram um prolongamento do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (TLC), abrangendo Estados Unidos, México e Canadá.

A "Cúpula dos Povos" de Quebec fará "a promoção de alternativas para uma integração neoliberal", com a proposta de uma integração mais democrática e mais respeitosa dos direitos humanos e do meio ambiente", precisa um documento dos organizadores.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Países farão 'Cúpula dos Povos' em Quebec

Das Agênicas

14/04/2001 | 14:42


A segunda "Cúpula dos Povos", organizada em Quebec de forma paralela à III Cúpula das Américas, receberá a partir de terça-feira aproximadamente 2 mil representantes de organizações da sociedade civil do continente.

Os principais sindicatos e movimentos sociais de 35 países da América, entre os quais Cuba, excluída do encontro oficial, estarão representados nesta reunião paralela, que tentará apresentar propostas de integração alternativas ao projeto da Área de Livre Comércio das Américas (Alca).

Uma grande manifestação popular, a "Marcha dos povos das Américas", fechará este encontro no próximo sábado. Temendo atos isolados de violência, os organizadores insistiram no caráter "pacífico" da marcha.

A primeira "Cúpula dos Povos" foi uma iniciativa da Aliança Social Comercial (ASC), uma coalizão pan-americana de organizações sociais e ecológicas. Aconteceu em Santiago do Chile, em 1998, paralelamente à II Cúpula das Américas.

Esta de Quebec também foi iniciativa da ASC, junto com duas entidades canadenses: a Rede Quebequense para a Intergração Continental e Fronteiras Comuns.

Seus participantes denunciam o projeto Alca, que consideram um prolongamento do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (TLC), abrangendo Estados Unidos, México e Canadá.

A "Cúpula dos Povos" de Quebec fará "a promoção de alternativas para uma integração neoliberal", com a proposta de uma integração mais democrática e mais respeitosa dos direitos humanos e do meio ambiente", precisa um documento dos organizadores.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;