Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano abre Festa Italiana hoje


Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

06/08/2011 | 07:08


Mangia che te fa bene! É com esse apelo que o público será atraído, a partir de hoje e em todos os fins de semana de agosto, para comer, cantar e dançar ao som da Tarantella, durante a tradicional Festa Italiana de São Caetano, no bairro Fundação. Em sua 19ª edição, 22 entidades filantrópicas e de interesse social da cidade, que representam 20 regiões do país da Bota, estarão lado a lado com cardápio típico capaz de confundir na hora da escolha do prato.

A expectativa é que passem pelo local cerca de 40 mil visitantes. Muitas das barracas oferecem espaços com mesas e cadeiras para sentar e apreciar saborosa massa, acompanhada de vinho, no melhor estilo das cantinas italianas. Porém, o visitante deve ter um pouco de paciência para conseguir o seu lugar. No horário nobre, aquele familiar, a missão é praticamente impossível.

Neste ano, o Lions Santa Maria, integrado apenas por mulheres e com um ano e três meses de vida, além de ser o caçula da turma de veteranos, estréia na festa popular de rua. As mammas prometem surpreender. O molho tradicional com quilos e quilos de tomate começou a ser preparado há uma semana. "O molho branco, que é mais delicado, faremos na hora", contou Julia Camargo de Oliveira, presidente fundadora do clube de serviço.

Entre quinta-feira à noite e ontem, Marta Aparecida Sanches, também do Lions Santa Maria, ficou responsável em temperar e assar os 12 quilos de pernil. "São, no mínimo, oito horas no forno", confidenciou a mestre-cuca. Com o privilégio de um grupo 100% feminino, o combinado foi em que cada fim de semana uma das integrantes enfrente o forno e o fogão. 

CARRO-CHEFE
Mas a sensação da festa continua sendo a imbatível mortadela na chapa com molho especial, carro-chefe da Creche Oswaldo Cruz, entidade que atende 132 crianças, entre 1 ano incompleto e 6 anos, em período integral. O presidente Luis Carlos Magri quer, pelo menos, vender o mesmo volume que na edição de 2010: 7.600 lanches foram consumidos no total. Por noite, em torno de 1.000 sanduíches.

"A novidade deste ano será a opção da mortadela com fatias de queijo, além do vinagrete", revelou. Com média de cinco quilos por peça, o estoque para o primeiro fim de semana chama a atenção: 35 caixas.

A festa faz parte do calendário de atrações dos 134 anos de São Caetano, celebrado dia 28 de julho. 

INFRAESTRUTURA
Cerca de 160 homens e mulheres farão a segurança do local, entre policiais militares e civis, inclusive representantes dos bombeiros, Tiro de Guerra e da Defesa Civil. Na área da Saúde, o local abrigará posto médico, com direito a equipe de 13 profissionais, entre médicos, enfermeiros e auxiliares. Duas ambulâncias, sendo uma UTI, darão o suporte para eventuais casos de emergência.

No trabalho voluntário e filantrópico, em torno de 1.000 pessoas integram o pelotão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano abre Festa Italiana hoje

Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

06/08/2011 | 07:08


Mangia che te fa bene! É com esse apelo que o público será atraído, a partir de hoje e em todos os fins de semana de agosto, para comer, cantar e dançar ao som da Tarantella, durante a tradicional Festa Italiana de São Caetano, no bairro Fundação. Em sua 19ª edição, 22 entidades filantrópicas e de interesse social da cidade, que representam 20 regiões do país da Bota, estarão lado a lado com cardápio típico capaz de confundir na hora da escolha do prato.

A expectativa é que passem pelo local cerca de 40 mil visitantes. Muitas das barracas oferecem espaços com mesas e cadeiras para sentar e apreciar saborosa massa, acompanhada de vinho, no melhor estilo das cantinas italianas. Porém, o visitante deve ter um pouco de paciência para conseguir o seu lugar. No horário nobre, aquele familiar, a missão é praticamente impossível.

Neste ano, o Lions Santa Maria, integrado apenas por mulheres e com um ano e três meses de vida, além de ser o caçula da turma de veteranos, estréia na festa popular de rua. As mammas prometem surpreender. O molho tradicional com quilos e quilos de tomate começou a ser preparado há uma semana. "O molho branco, que é mais delicado, faremos na hora", contou Julia Camargo de Oliveira, presidente fundadora do clube de serviço.

Entre quinta-feira à noite e ontem, Marta Aparecida Sanches, também do Lions Santa Maria, ficou responsável em temperar e assar os 12 quilos de pernil. "São, no mínimo, oito horas no forno", confidenciou a mestre-cuca. Com o privilégio de um grupo 100% feminino, o combinado foi em que cada fim de semana uma das integrantes enfrente o forno e o fogão. 

CARRO-CHEFE
Mas a sensação da festa continua sendo a imbatível mortadela na chapa com molho especial, carro-chefe da Creche Oswaldo Cruz, entidade que atende 132 crianças, entre 1 ano incompleto e 6 anos, em período integral. O presidente Luis Carlos Magri quer, pelo menos, vender o mesmo volume que na edição de 2010: 7.600 lanches foram consumidos no total. Por noite, em torno de 1.000 sanduíches.

"A novidade deste ano será a opção da mortadela com fatias de queijo, além do vinagrete", revelou. Com média de cinco quilos por peça, o estoque para o primeiro fim de semana chama a atenção: 35 caixas.

A festa faz parte do calendário de atrações dos 134 anos de São Caetano, celebrado dia 28 de julho. 

INFRAESTRUTURA
Cerca de 160 homens e mulheres farão a segurança do local, entre policiais militares e civis, inclusive representantes dos bombeiros, Tiro de Guerra e da Defesa Civil. Na área da Saúde, o local abrigará posto médico, com direito a equipe de 13 profissionais, entre médicos, enfermeiros e auxiliares. Duas ambulâncias, sendo uma UTI, darão o suporte para eventuais casos de emergência.

No trabalho voluntário e filantrópico, em torno de 1.000 pessoas integram o pelotão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;