Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

1.300 refugiados chegam à Albânia


Do Diário do Grande ABC

17/04/1999 | 16:27


Cerca de 13.000 refugiados de Kosovo chegaram neste sábado à Albânia e milhares de outros se deslocavam pela Iugoslávia, enquanto as forças sérvias aparentemente lançavam uma operaçao final para expulsar da província todos os kosovares albaneses. A Otan continuou os ataques aéreos apesar do mau tempo. Informou que atingiu objetivos fixos e unidades militares que operam em Kosovo.

Na Macedônia, os funcionários se preparam para uma nova onda de refugiados kosovares, depois que ontem cruzaram a fronteira com a Sérvia pelo 5.000 deles. Ron Redmont, porta-voz do Alto Comissariado das Naçoes Unidas para os Refugiados, disse que só para a Macedônia devem fugir cerca de 100.000 kosovares albaneses expulsos.

Em Kukes, um ponto da fronteira norte com a Albânia, os refugiados que chegaram à noite disseram que tiveram que andar durante uma violenta tempestade elétrica, com ventos fortes, raios e trovoes. Um porta-voz da ONU disse que a situaçao é ``terrível''. Muitos dos refugiados passaram dias caminhando.

A imprensa sérvia disse que esta madrugada uma fábrica de Valjevo, na regiao central da Sérvia, foi atingida por quatro mísseis, que causaram graves danos na zona residencial em torno.

O chefe da terceira divisao do exército iugoslavo, general Nebojsa Pavkovic, disse a jornalistas sérvios que a Otan sofrerá graves perdas se fizer uma invasao por terra. Pavkovic, encarregado da regiao militar sul, que inclui Kosovo, disse: ``No caso de uma intervençao por terra em Kosovo, a Otan enfrentará 150.000 homens armados. Mesmo se uma em cada três balas que dispararem acertar o alvo, seria o preço que o agressor teria que pagar por invadir nosso país''. O general afirmou que a Iugoslávia se ``prepara para uma guerra total''.

Segundo versoes da imprensa sérvia, a Macedônia confiscou uma grande quantidade de armas levadas através da fronteira com a Iugoslávia pela guerrilha separatista Exército de Libertaçao de Kosovo. A agência de notícias iugoslava Tanjug disse que as armas foram descobertas numa mina abandonada perto da cidade de Kumanovo. A imprensa disse que sao armas automáticas, fuzis semi-automáticos, metralhadoras e minas terrestres.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

1.300 refugiados chegam à Albânia

Do Diário do Grande ABC

17/04/1999 | 16:27


Cerca de 13.000 refugiados de Kosovo chegaram neste sábado à Albânia e milhares de outros se deslocavam pela Iugoslávia, enquanto as forças sérvias aparentemente lançavam uma operaçao final para expulsar da província todos os kosovares albaneses. A Otan continuou os ataques aéreos apesar do mau tempo. Informou que atingiu objetivos fixos e unidades militares que operam em Kosovo.

Na Macedônia, os funcionários se preparam para uma nova onda de refugiados kosovares, depois que ontem cruzaram a fronteira com a Sérvia pelo 5.000 deles. Ron Redmont, porta-voz do Alto Comissariado das Naçoes Unidas para os Refugiados, disse que só para a Macedônia devem fugir cerca de 100.000 kosovares albaneses expulsos.

Em Kukes, um ponto da fronteira norte com a Albânia, os refugiados que chegaram à noite disseram que tiveram que andar durante uma violenta tempestade elétrica, com ventos fortes, raios e trovoes. Um porta-voz da ONU disse que a situaçao é ``terrível''. Muitos dos refugiados passaram dias caminhando.

A imprensa sérvia disse que esta madrugada uma fábrica de Valjevo, na regiao central da Sérvia, foi atingida por quatro mísseis, que causaram graves danos na zona residencial em torno.

O chefe da terceira divisao do exército iugoslavo, general Nebojsa Pavkovic, disse a jornalistas sérvios que a Otan sofrerá graves perdas se fizer uma invasao por terra. Pavkovic, encarregado da regiao militar sul, que inclui Kosovo, disse: ``No caso de uma intervençao por terra em Kosovo, a Otan enfrentará 150.000 homens armados. Mesmo se uma em cada três balas que dispararem acertar o alvo, seria o preço que o agressor teria que pagar por invadir nosso país''. O general afirmou que a Iugoslávia se ``prepara para uma guerra total''.

Segundo versoes da imprensa sérvia, a Macedônia confiscou uma grande quantidade de armas levadas através da fronteira com a Iugoslávia pela guerrilha separatista Exército de Libertaçao de Kosovo. A agência de notícias iugoslava Tanjug disse que as armas foram descobertas numa mina abandonada perto da cidade de Kumanovo. A imprensa disse que sao armas automáticas, fuzis semi-automáticos, metralhadoras e minas terrestres.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;