Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá licita reforma em UPA da Vl.Assis


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

31/05/2015 | 07:00


A Prefeitura de Mauá publicou na última semana edital de licitação para obras de reforma na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Assis, inaugurada em março de 2012. Segundo a administração municipal, o equipamento será o primeiro reformado “para adequação aos parâmetros de humanização e ambiência preconizados pelo Ministério da Saúde”. Quando o serviço for iniciado, a unidade ficará fechada até a conclusão, que tem prazo de três a sete meses. O valor do investimento é de R$ 273.638,66, oriundos do governo federal.

As propostas das empresas participantes serão abertas no próximo dia 12, às 10 horas e a previsão de início das obras é em, aproximadamente, 45 dias, caso não haja nenhum impedimento.

De acordo com a municipalidade, após a reforma, a UPA Vila Assis terá dispensação de medicamentos 24 horas, reforma da sala de raios X e ampliação das salas de espera com balcão da recepção com acessibilidade. “De forma geral, a unidade passará por uma manutenção predial preventiva”, afirma, em nota.

Atualmente, a UPA Vila Assis atende, em média, 10 mil pacientes ao mês. Para garantir a continuidade da oferta de atendimentos, as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) Primavera, São Vicente, Guapituba, Carlina e Vila Assis ficarão como referência para os usuários em caso de demandas de urgência. Nesta última, ficará disposta uma ambulância de Suporte Básico do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para atendimento e remoções de urgência.

Para a dona de casa Tatiana Cristina de Paula, 37 anos, usuária da UPA, o que a unidade precisa mesmo é de mais funcionários para agilizar o atendimento. “Já teve vezes de chegar às 7h e sair às 19h. A estrutura da UPA está boa, precisa é de mais médicos e enfermeiros.”

Já a aposentada Roseli Augusto Almeida, 70, acha que a reforma é bem-vinda. “Novas instalações são sempre boas. A Saúde precisa sempre melhorar.”

O Executivo planeja reformar outras duas UPAs: a da Vila Magini/Centro e Jardim Zaíra.
Atualmente, sete UBSs estão em processo de reforma e ampliação. Outras seis unidade ainda serão iniciadas. As UBSs Kennedy, Capuava e Guapituba, já foram entregues. Há duas construções dos prédios das UBSs Itapark e Oratório. O total de recursos investidos em todas as obras é de R$ 15,4 milhões, sendo as principais fontes o governo federal e o tesouro municipal. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mauá licita reforma em UPA da Vl.Assis

Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

31/05/2015 | 07:00


A Prefeitura de Mauá publicou na última semana edital de licitação para obras de reforma na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Assis, inaugurada em março de 2012. Segundo a administração municipal, o equipamento será o primeiro reformado “para adequação aos parâmetros de humanização e ambiência preconizados pelo Ministério da Saúde”. Quando o serviço for iniciado, a unidade ficará fechada até a conclusão, que tem prazo de três a sete meses. O valor do investimento é de R$ 273.638,66, oriundos do governo federal.

As propostas das empresas participantes serão abertas no próximo dia 12, às 10 horas e a previsão de início das obras é em, aproximadamente, 45 dias, caso não haja nenhum impedimento.

De acordo com a municipalidade, após a reforma, a UPA Vila Assis terá dispensação de medicamentos 24 horas, reforma da sala de raios X e ampliação das salas de espera com balcão da recepção com acessibilidade. “De forma geral, a unidade passará por uma manutenção predial preventiva”, afirma, em nota.

Atualmente, a UPA Vila Assis atende, em média, 10 mil pacientes ao mês. Para garantir a continuidade da oferta de atendimentos, as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) Primavera, São Vicente, Guapituba, Carlina e Vila Assis ficarão como referência para os usuários em caso de demandas de urgência. Nesta última, ficará disposta uma ambulância de Suporte Básico do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para atendimento e remoções de urgência.

Para a dona de casa Tatiana Cristina de Paula, 37 anos, usuária da UPA, o que a unidade precisa mesmo é de mais funcionários para agilizar o atendimento. “Já teve vezes de chegar às 7h e sair às 19h. A estrutura da UPA está boa, precisa é de mais médicos e enfermeiros.”

Já a aposentada Roseli Augusto Almeida, 70, acha que a reforma é bem-vinda. “Novas instalações são sempre boas. A Saúde precisa sempre melhorar.”

O Executivo planeja reformar outras duas UPAs: a da Vila Magini/Centro e Jardim Zaíra.
Atualmente, sete UBSs estão em processo de reforma e ampliação. Outras seis unidade ainda serão iniciadas. As UBSs Kennedy, Capuava e Guapituba, já foram entregues. Há duas construções dos prédios das UBSs Itapark e Oratório. O total de recursos investidos em todas as obras é de R$ 15,4 milhões, sendo as principais fontes o governo federal e o tesouro municipal. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;