Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Bridgestone dará férias coletivas para funcionários de Santo André


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

30/05/2015 | 07:00


A Bridgestone, fabricante de pneus que detém a marca Firestone, deverá dar férias coletivas para os funcionários da planta de Santo André a partir da semana que vem. A informação é do presidente do Sindicato dos Borracheiros da Grande São Paulo e Região, Marcio Ferreira.

Segundo o sindicalista, a fábrica do Grande ABC possui cerca de 3.500 trabalhadores. Entretanto, Ferreira diz que a empresa ainda não confirmou quantos deverão ser afastados e por quanto tempo.

A Bridgestone afirma apenas que “em vista do cenário de crise econômica que o setor automotivo e, em particular, o setor de pneus está passando, está avaliando as medidas mais adequadas para enfrentar a queda relevante nas vendas”. A empresa garante que, assim que tiver definição, comunicará sobre a decisão.

Na Pirelli, na mesma cidade, 447 estão em lay-off (suspensão temporária do contrato de trabalho) desde o dia 5. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bridgestone dará férias coletivas para funcionários de Santo André

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

30/05/2015 | 07:00


A Bridgestone, fabricante de pneus que detém a marca Firestone, deverá dar férias coletivas para os funcionários da planta de Santo André a partir da semana que vem. A informação é do presidente do Sindicato dos Borracheiros da Grande São Paulo e Região, Marcio Ferreira.

Segundo o sindicalista, a fábrica do Grande ABC possui cerca de 3.500 trabalhadores. Entretanto, Ferreira diz que a empresa ainda não confirmou quantos deverão ser afastados e por quanto tempo.

A Bridgestone afirma apenas que “em vista do cenário de crise econômica que o setor automotivo e, em particular, o setor de pneus está passando, está avaliando as medidas mais adequadas para enfrentar a queda relevante nas vendas”. A empresa garante que, assim que tiver definição, comunicará sobre a decisão.

Na Pirelli, na mesma cidade, 447 estão em lay-off (suspensão temporária do contrato de trabalho) desde o dia 5. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;