Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

GM prorroga afastamento de 819 empregados até julho


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

30/05/2015 | 07:00


A GM irá prorrogar por mais um mês o tempo de lay-off (suspensão temporária do contrato de trabalho) para 819 empregados que estão afastados da produção em São Caetano desde novembro. A decisão foi comunicada ontem ao sindicato dos metalúrgicos da cidade. É a segunda vez que o prazo é prorrogado, já que a previsão inicial era de que o grupo retornasse à fábrica em abril.

Com a queda nas vendas de veículos, ainda há o temor de que os 819 contratos sejam interrompidos ao término do período. “Mesmo assim, é uma alternativa válida. Estamos ganhando tempo para ver se conseguimos firmar um acordo que evite demissões por um período mais longo”, comenta o presidente do sindicato, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão.

Neste mês, a GM anunciou que colocaria mais 900 colaboradores em lay-off. Segundo ele, 578 já deixaram os postos de trabalho temporariamente, enquanto os 322 restantes serão afastados aos poucos.

Pela legislação trabalhista, parte do salário do empregado em lay-off é pago pelo governo federal, por meio do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), com limite de R$ 1.385,91. Entretanto, o prazo máximo para recebimento desses recursos é de cinco meses. Passado esse período, a empresa tem que arcar sozinha com os vencimentos. Enquanto o funcionário estiver afastado, tem de passar por cursos de atualização profissional, geralmente ministrados no Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Para diminuir ainda mais os estoques, a montadora irá suspender a produção em São Caetano durante quase todo o mês de junho. Entre os dias 1º e 10 (descontando os fins de semana), cerca de 5.500 colaboradores terão folga remunerada. Até o dia 28, a planta segue em férias coletivas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

GM prorroga afastamento de 819 empregados até julho

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

30/05/2015 | 07:00


A GM irá prorrogar por mais um mês o tempo de lay-off (suspensão temporária do contrato de trabalho) para 819 empregados que estão afastados da produção em São Caetano desde novembro. A decisão foi comunicada ontem ao sindicato dos metalúrgicos da cidade. É a segunda vez que o prazo é prorrogado, já que a previsão inicial era de que o grupo retornasse à fábrica em abril.

Com a queda nas vendas de veículos, ainda há o temor de que os 819 contratos sejam interrompidos ao término do período. “Mesmo assim, é uma alternativa válida. Estamos ganhando tempo para ver se conseguimos firmar um acordo que evite demissões por um período mais longo”, comenta o presidente do sindicato, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão.

Neste mês, a GM anunciou que colocaria mais 900 colaboradores em lay-off. Segundo ele, 578 já deixaram os postos de trabalho temporariamente, enquanto os 322 restantes serão afastados aos poucos.

Pela legislação trabalhista, parte do salário do empregado em lay-off é pago pelo governo federal, por meio do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), com limite de R$ 1.385,91. Entretanto, o prazo máximo para recebimento desses recursos é de cinco meses. Passado esse período, a empresa tem que arcar sozinha com os vencimentos. Enquanto o funcionário estiver afastado, tem de passar por cursos de atualização profissional, geralmente ministrados no Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Para diminuir ainda mais os estoques, a montadora irá suspender a produção em São Caetano durante quase todo o mês de junho. Entre os dias 1º e 10 (descontando os fins de semana), cerca de 5.500 colaboradores terão folga remunerada. Até o dia 28, a planta segue em férias coletivas. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;