Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

IC de Sto.André é aberto após 22 anos de espera


Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

19/12/2008 | 07:04


Após 22 anos de funcionamento em locais improvisados, o IC (Instuto de Criminalística) de Santo André finalmente ganhou um imóvel próprio na Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, no Jardim Vila Rica, ontem.

O local que agora será o IC de Santo André era uma delegacia de ensino estadual. Desde 1986 o instituto atuava em delegacias e outros endereços sem o espaço adequado.

As obras demoraram três meses e custaram R$ 250 mil, com recursos vindos do Estado. A execução foi feita pela Prefeitura. O local tem 944 metros quadrados de área construída, suficientes para acomodar 49 funcionários e nove viaturas.

O IC é responsável por elaborar laudos periciais fundamentais para a investigação de crimes. Além de Santo André, o instituto do município atende Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Estiveram presentes na cerimônia o secretário estadual de Segurança Pública, Ronaldo Marzagão, o prefeito João Avamileno (PT) e o diretor da Polícia Técnico-Científica, Celso Perioli, além de outras autoridades.

O diretor afirmou que a demora de 22 anos para a obtenção de um espaço adequado em Santo André foi em virtude de limitações orcamentárias. "Desde 1998, quando a polícia técnico-científica ganhou autonomia no Estado, lutamos por melhorias. No começo, o orçamento era de R$ 2 milhões. Agora já são R$ 10 milhões", afirmou Perioli.

Segundo o diretor, o novo IML (Instituto Médico-Legal) da cidade será inaugurado no ano que vem, em local cedido pela Prefeitura. Em janeiro, o Diário havia noticiado que a Fundação de Medicina do ABC e a Prefeitura previam a construção do novo IML até o fim deste ano.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;