Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Por polêmica, Câmara volta a protelar lei que libera rodeios

Vereadores de São Bernardo não chegam a consenso e projeto se arrasta há dois meses


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

14/05/2015 | 07:00


Os vereadores de São Bernardo voltaram a adiar projeto de autoria do Executivo, cujo teor dispõe sobre cuidados sobre o controle de população animal. O texto, protocolado em 17 de março, é polêmico e já recebeu parecer contrário do Ministério Público, que entre os artigos abre a possibilidade de realização de rodeios no município.

A discussão em torno da matéria se arrastou, levando a sessão durar seis horas, em clima tenso que contou com grande presença de manifestantes contrários ao texto. Os oposicionistas e o G-9 – ala independente, mas governista –, insistia pela votação, enquanto a base de sustentação postergava.
Integrante do G-9, Fábio Landi (PSD) apresentou documento com cinco emendas modificativas, que, entre elas, deixa explícito veto à realização de rodeios. “Se o governo aceitasse as emendas, votaríamos favoráveis. Caso contrário, nosso voto é pelo ‘não’, em virtude de inúmeras inconstitucionalidades”, pontuou.

Pela oposição, Pery Cartola (SD) considerou o adiamento como derrota. “Hoje (ontem) teríamos condições de conseguir derrubar esse projeto. Com esse arrasto, o governo (Luiz Marinho, PT) se arma para buscar maneiras.”

Presidente da Casa, José Luís Ferrarezi (PT), que foi duramente criticado, até mesmo pelos situacionistas, por adiar votação, justificou a postura de evitar derrota. “Toda vez que sentir que não há segurança para se aprovar texto de tamanha importância, vou adiar, porque é necessário ter responsabilidade”, comentou. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;