Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Água Santa ainda deve premiação por acesso ao Paulistão

Débito chega a R$ 180 mil; reunião para resolver pendência deve ocorrer dia 13


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

09/05/2015 | 07:00


O Água Santa ainda não pagou a premiação prometida aos atletas pelo acesso inédito à Primeira Divisão do Campeonato Paulista. No dia 13 haverá reunião entre diretoria, jogadores e comissão técnica para resolver a pendência. A diretoria não confirma o encontro ou o atraso no pagamento.

Segundo apuração desta equipe de reportagem, o clube havia prometido <CF51>bicho</CF> de R$ 2.000 aos atletas por vitória na Série A-2. O acordo previa que o Netuno pagaria R$ 500 por triunfo por jogador que tivesse atuado no ato, após as partidas. Esse valor foi quitado.

No entanto, os outros R$ 1.500 ficaram como créditos e seriam pagos caso a equipe chegasse ao acesso – o que aconteceu. É esse montante que ainda está pendente.

De acordo com o cálculo desta reportagem, são R$ 180 mil em débito com os atletas – alguns, que participaram dos 11 triunfos, têm R$ 16,5 mil a receber cada. Porém, os atletas estão tranquilos e otimistas em relação ao caso. Isso porque a diretoria nunca atrasou salários.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Água Santa ainda deve premiação por acesso ao Paulistão

Débito chega a R$ 180 mil; reunião para resolver pendência deve ocorrer dia 13

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

09/05/2015 | 07:00


O Água Santa ainda não pagou a premiação prometida aos atletas pelo acesso inédito à Primeira Divisão do Campeonato Paulista. No dia 13 haverá reunião entre diretoria, jogadores e comissão técnica para resolver a pendência. A diretoria não confirma o encontro ou o atraso no pagamento.

Segundo apuração desta equipe de reportagem, o clube havia prometido <CF51>bicho</CF> de R$ 2.000 aos atletas por vitória na Série A-2. O acordo previa que o Netuno pagaria R$ 500 por triunfo por jogador que tivesse atuado no ato, após as partidas. Esse valor foi quitado.

No entanto, os outros R$ 1.500 ficaram como créditos e seriam pagos caso a equipe chegasse ao acesso – o que aconteceu. É esse montante que ainda está pendente.

De acordo com o cálculo desta reportagem, são R$ 180 mil em débito com os atletas – alguns, que participaram dos 11 triunfos, têm R$ 16,5 mil a receber cada. Porém, os atletas estão tranquilos e otimistas em relação ao caso. Isso porque a diretoria nunca atrasou salários.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;