Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Máscaras caem

A construção do piscinão do Paço de São Bernardo tem todas as características de um autêntico baile de máscaras


Do Diário do Grande ABC

04/05/2015 | 07:00


A construção do piscinão do Paço de São Bernardo tem todas as características de um autêntico baile de máscaras. A começar pela pompa da divulgação. O prefeito Luiz Marinho (PT) e seu secretário de Serviços Urbanos, Tarcisio Secoli (PT), propagaram a iniciativa como a maior obra antienchente da história da cidade.

A festa também envolve o luxo. No caso da intervenção do Projeto Drenar, os valores são dignos de suntuosidade, ostentação, esplendor. O reservatório está orçado em R$ 295 milhões.
O evento dançante costuma ser prestigiado. Participam pessoas conhecidas da sociedade, bem relacionadas. Na organização estão, além de Marinho, a presidente Dilma Rousseff (PT), cujo governo tem de liberar os recursos federais.

Na celebração há ainda a expectativa. Afinal, trata-se de algo vultuoso, que vai mexer com a comunidade local. Todos querem ver o piscinão pronto, para desfrutar de seus benefícios. O povo está no aguardo. Mas deve demorar, já que desde o ano passado os trabalhos estão em ritmo lento, moroso.

O baile também é envolto a mistérios. Poucos sabem quem é quem e quais os reais interesses de cada um. Esconder a face atrás da peça ornamentada é uma estratégia. Um disfarce para ocultar verdadeiras intenções. Quiça vaidade, autoconfiança, arrogância, imponência, orgulho, soberba.
Marinho fala que o problema do atraso do reservatório é do Palácio do Planalto. Que por sua vez diz ser do prefeito a culpa pela demora na evolução da construção, sob responsabilidade da empreiteira OAS, citada na Operação Lava Jato, da Polícia Federal, como uma das corruptoras na Petrobras.

No grand finale, desvendam-se os mistérios. No caso de São Bernardo, caem as máscaras. E é isso que se espera. De cara limpa, as responsabilidades têm de ser assumidas, sem vergonha, com humildade. Para dar satisfação à população que está fora desse baile, mas é ela quem paga a festa e quer respostas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;