Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PSDB diz ter acordo para ocupar vice de Atila Jacomussi em 2016

Montagem/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Objetivo é formar frente antiPT para enfrentar Donisete nas urnas


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

04/05/2015 | 07:00


O coordenador regional do PSDB, Márcio Canuto, afirmou ter acordo para indicar o vice em uma eventual candidatura a prefeito de Mauá do deputado estadual Atila Jacomussi (PCdoB) em 2016. A união colocaria dois partidos antagônicos na mesma raia. O comunista, que recentemente, rompeu com o prefeito Donisete Braga (PT), nega articular projeto eleitoral.

“O diálogo está bastante avançado com o Atila. E, se não tivermos candidatura própria no ano que vem, o deputado já garantiu que o PSDB terá a preferência para indicar o nome do vice”, pontuou Canuto.

A conversa do PSDB com Atila passa pelo fortalecimento da oposição ao governo do PT. Donisete conseguiu captar apoio de partidos que se inclinavam a lançar candidatura em 2016, quando ele tentará se reeleger. PPS, PSB e PTdoB estão incluídos no governo. A deputada estadual Vanessa Damo e a bancada do seu partido na Câmara, o PMDB, formam atualmente a única oposição.

“A questão é unir a oposição em Mauá. O PT está muito à vontade, precisamos de ações mais agressivas para mostrar os problemas. Vou procurar também o (principal opositor na Câmara) Manoel Lopes (DEM), os vereadores do PTB, Eugênio Rufino e Ricardinho da Enfermagem. Eles (petebistas) estão no governo hoje, mas sabemos que na eleição não estarão. A Vanessa está indecisa, não sei. O Donisete está muito ruim e é rejeitado pela população”, argumentou o tucano.

O PCdoB é aliado fiel do PT em nível nacional, estadual e em muitos municípios, enquanto os tucanos são veementemente contrários aos projetos do petismo. “Na Assembleia, o Atila vota com o governo. Já claro que não vai fazer oposição. Temos bom relacionamento, nos conhecemos desde a época da juventude”, disse Canuto.

Atila afirmou que não há candidatura e que está focado em trabalhar seu mandato para contribuir com Mauá. “O Canuto é um bom amigo. Nunca caminhamos na mesma raia, mas o respeito muito.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;