Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Entre casais e vilões


Thiago Mariano
Do Diário do Grande ABC

03/05/2010 | 07:00


Quem foi mesmo o algoz de Odete Roitman? E o cadeirudo de A Indomada, quem era? Quantas e quais atrizes viveram Helenas no eixo Leblon-Búzios de Manoel Carlos?

Até os mais fanáticos por novela às vezes se pegam sem essas respostas na ponta da língua. Para ajudar nessa tarefa chega às livrarias o Guia Ilustrado TV Globo - Novelas e Minisséries (Zahar, 316 pág., preço médio R$ 30).

A edição traz sinopses e fotos desde a primeira produção global, Ilusões Perdidas, até a mais recente, Tempos Modernos. São 45 anos de produção ininterrupta, que soma 252 novelas.

Cada produto aparece com ficha técnica reduzida e pequena sinopse. O melhor é que é por ordem de exibição. Dá para perder horas e horas lembrando as novelas do seu tempo, gastar tempo nos índices remissivos.

Detalhados, logo no início do livro, estão os processos de confecção de uma novela. O texto aponta como surge a sinopse, quem é que executa as funções no set e até como é escolhida a trilha sonora dos projetos.

Alguns textos trazem curiosidades sobre o universo abordado na trama.

Nas fotos, destacam-se casais, vilões e coadjuvantes. Há fotos históricas de atores como Regina Duarte, Susana Vieira, Tony Ramos, Marília Pêra, Glória Pires, Antonio Fagundes e muitos outros, que destacam as mudanças de mocinhas e mocinhos pueris para divas e galãs da telinha. E muitas outras, que ilustram personagens que até hoje são inesquecíveis.

Minisséries - De 1982 para cá, a Rede Globo produziu 66 minisséries. Começou com Lampião e Maria Bonita, protagoniza por Tânia Alves e Nelson Xavier e terminou com Dalva e Herivelto - Uma Canção de Amor, com Adriana Esteves e Fábio Assunção.

Entre essas duas, dá pra lembrar de momentos históricos da televisão, como Anarquistas Graças a Deus, O Tempo e O Vento, Grande Sertão: Veredas, Anos Dourados, Agosto e Hoje é Dia de Maria.

Sem deixar dúvida com relação aos enredos, ficam apenas as saudosas lembranças do produto mais famoso e assistido pelo brasileiro.

Alguns sucessos:

‘A Favorita' marca a inovação na dramaturgia. Flora (Patrícia Pillar) a grande vilã da trama, só foi desmascarada para o público no meio da novela. Antes, Donatela (Claudia Raia) era considerada a malvada.

A minissérie Grande Sertão: Veredas, com Tony Ramos e Bruna Lombardi como protagonistas, foi gravado durante 90 dias em Minas Gerais. Tony emagreceu oito quilos e fez aulas de equitação e treino militar

Bebel, de Paraíso Tropical, foi uma das grandes prostitutas de novela. Outras memoráveis, são: Rosa Palmeirão, de Porto dos Milagres; Zenilda, de A Indomada (que tinha a Grampola); Capitu, de Laços de Família e Hilda Furacão, da minissérie homônima.

Na época de Vamp, o visual vampiresco virou moda. A novela inovou em linguagem, apresentando cenas em formato de videoclipe

Raí (Marcelo Novaes), de Quatro Por Quatro, viveu ao lado de Babalu (Letícia Spiller) um dos casais mais queridos. O par levou o romance para fora das telas por alguns anos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;