Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pinchiari volta para base de Grana e bancada governista sobe para dez

Em silêncio, vereador do Pros passou a frequentar reuniões no Paço


Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

29/04/2015 | 07:00


Vereador de Santo André pelo Pros, Marcos Pinchiari retornou para a base de sustentação do governo Carlos Grana (PT), mudou novamente de lado político na Câmara e, ‘em silêncio’, ampliou a bancada situacionista para dez cadeiras. O parlamentar já tem frequentado as reuniões no Paço. É a segunda vez que ele deixa bloco independente no Legislativo com objetivo de integrar a ala de apoio à administração petista – mesmo com a alteração no cenário, a gestão não possui, oficialmente, maioria simples na Casa, embora grande parte dos projetos passe sem dificuldades no plenário.

Outra prova da modificação é que Pinchiari comparece à série de atividades oficiais de Grana. Ontem, o vereador se ausentou da sessão legislativa, no período da tarde, para marcar presença no evento de entrega de reforma no CHM (Centro Hospitalar Municipal). Correligionária e colega de Câmara, Elian Santana confirmou a situação. “O Marcos faz parte da bancada governista”, disse a parlamentar, que também compõe o bloco de adesão à Prefeitura. “Ele resolveu voltar atrás e caminhar com o prefeito, seguindo diretriz do partido”, concluiu. O Pros deve se alinhar ao projeto de reeleição do PT.

Após permanecer aproximadamente um ano e meio na base de situação, Pinchiari anunciou, em dezembro, a ida para a bancada independente. Na ocasião, ele – eleito pelo PTdoB na coligação do então prefeito Aidan Ravin (PSB) – utilizou a tribuna do Legislativo e relatou empecilho para continuar na ala. “Meu eleitorado cobra de mim esse posicionamento. Pressiona pelo voto independente e não só com a bancada aliada”, justificou, à época. Apesar da alegação, o vereador minimizou a situação ao frisar que “não faria oposição” ao Paço.

Na eleição da presidência da Casa, Pinchiari votou a favor de bispo Ronaldo de Castro (PRB), posicionando-se contrariamente à candidatura de Elian, que tinha suporte do Paço. O episódio provocou impasse interno, no fim do ano passado, e divergências. Entretanto, as circunstâncias agora são de harmonia. Líder do governo na Casa, José de Araújo (PMDB) afirmou que a participação dele tem sido “importante para fortalecer” a bancada adepta ao governo. Segundo o peemedebista, o parlamentar do Pros é “mais um voto de apoio”. “É vereador que trabalha com seriedade”, defendeu.

Procurado, Pinchiari não foi encontrado para comentar o assunto.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;