Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão aposta na zaga para avançar na Sul-Americana


Roberto Iizuka
Do Diário do Grande ABC

27/08/2003 | 00:56


No duelo celeste que vale vaga na próxima fase da Copa Sul-Americana, o São Caetano aposta no poder de marcação da sua defesa, a menos vazada do Campeonato Brasileiro, com 22 gols sofridos, para anular o ataque do Cruzeiro, o mais positivo do Nacional, com 58 gols marcados, para segurar um empate nesta quarta-feira à noite, no Mineirão, e avançar na competição continental.

O Azulão conta com a vantagem porque tem o melhor saldo de gols do Grupo 4 da seletiva brasileira. O clube do Grande ABC bateu a terceira equipe da chave, o Palmeiras, por 3 a 0, enquanto o time estrelado de Belo Horizonte venceu por apenas 1 a 0. O São Caetano viajou com sua força máxima. Os jogadores Zé Carlos e Adhemar, que estavam contundidos, foram liberados e estão à disposição do técnico Tite.

A partida, às 21h40, deverá ser marcada pelo equilíbrio, como indica o histórico de confrontos. O saldo de quatro jogos é uma vitória para cada equipe e dois empates. No primeiro, em 2001, o Cruzeiro ganhou no Mineirão por 1 a 0, gol de Adriano Chuva. No último, no Anacleto Campanella, em 9 de agosto deste ano, o Azulão venceu por 2 a 0, gols de Adhemar.

Para o técnico Tite, o São Caetano tem de buscar a vitória, e somente no final do jogo deve se preocupar em administrar a vantagem do empate. Ele afirmou que o Azulão teve uma preparação especial para o duelo desta noite, em razão do "caráter decisivo da partida". Tite destacou que o clube do Grande ABC está em ascensão no Brasileiro, e deve aproveitar a evolução para se firmar na Copa Sul-Americana. "O São Caetano cresceu na competição e conseguiu vitórias importantes nos últimos jogos." Ele discorda que o Cruzeiro, que na última rodada perdeu o jogo para o Goiás e a liderança do torneio para o Santos, está em declínio. "Não considero o Cruzeiro em queda."

O técnico do Azulão não pensa em poupar titulares para a partida do fim de semana, contra o Vasco, pela 29ªdo Brasileirão, porém Wanderley Luxemburgo pode preservar alguns titulares para o confronto contra o Guarani. O ataque pode ser formado por Márcio e Mota. Tite recomendou atenção a Márcio, e elogiou o atacante. "Acompanhei o jogador no Paraná, e tentei levá-lo para o Grêmio. É um bom jogador e faz com eficiência o trabalho de pivô." O meio-campista Marcelo Mattos acredita que Luxemburgo vai escalar força máxima. "Acho que vem o time titular. Independentemente disso, temos de encarar a partida com bastante seriedade e jogar para vencer."

Essa foi a ordem de Tite aos seus comandados. "Na palestra o professor alertou que não podemos jogar pensando no empate", afirmou Serginho. O zagueiro frisou que as dimensões do campo do Mineirão não permitem jogar fechado. "O campo é grande. Não tem como fazer uma retranca lá." Dininho, seu companheiro de zaga, destacou os jogadores mais perigosos do Cruzeiro: "Chegou um atacante muito bom, o Márcio. O Ari é experiente e o Alex coloca os jogadores na cara do gol".

Se o Azulão despachar o vice-líder do Brasileirão pode encarar no mata-mata da próxima fase o líder do Nacional, o Santos, que forma o Grupo 1 com Flamengo e Internacional. O São Caetano jogaria em casa a partida de ida, dia 17 de setembro, e seria o visitante no jogo de volta, dia 1º de outubro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;