Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Joanna faz acústico

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cantora apresenta clássicos neste domingo, em
São Paulo, com homenagem a grandes compositores


Miriam Gimenes

12/04/2015 | 07:00


Uma retrospectiva sem nenhum saudosismo. É o que promete para o show de hoje, no Teatro J.Safra (Rua Josef Kryss, 318), às 20h, uma das maiores cantoras da MPB: Joanna. Em seu Eletro Acústico, ela cantará as principais músicas de seus 35 anos de carreira, que serão intercaladas com textos autobiográficos, e fará homenagens a Lupicínio Rodrigues, Gonzaguinha e Chico Buarque.

Joanna promete um show dinâmico, interativo. “Estou em um momento da minha carreira que posso utilizar tudo o que aprendi. A minha voz está plena e estou muito tranquila”, disse ao Diário. Ela ressalta a importância dos compositores em sua trajetória, inclusive Gonzaguinha. “Ele esteve sempre na minha vida e fez canções para mim pela amizade que tínhamos. Talvez eu tenha sido, depois de Bethânia, a que mais gravei suas canções.” Da parceria com o filho de Luiz Gonzaga renderam Quarto de Hotel e Uma Canção de Amor.

A cantora promete também apresentar os clássicos Nos Bailes da Vida, de Milton Nascimento, Lua Branca, de Chiquinha Gonzaga, o sempre aclamado Recado, de Renato Teixeira, bem como sucessos seus como Espelho, Momentos, Mensagem pra Você. Ela relembrará também um trabalho emblemático da sua carreira dedicado a canções em espanhol cantando temas conhecidos do seu projeto denominado Intimidad e dirigido por Armando Manzanero. “Foi um grande sonho realizado”, comemora.

NOVIDADES
Depois de quatro anos sem lançar CD e DVD, Joanna prepara para o fim do ano o álbum Casa. Será uma leitura musical dos países que fazem um triângulo histórico: Portugal, África e Brasil. “Sou muito atenta a tudo que acontece ao meu redor. Nunca deixei o trabalho estagnar e uso todas as boas influências musicais, como é o caso destes três países. Sou mutante e gosto de ser assim.” Está, no entanto, preocupada com o atual cenário musical. “Algumas tendências que assolam o País me incomodam. Há quem use a figura da mulher de modo pejorativo, colocando-a em um patamar barato. Nós lutamos a vida inteira contra preconceitos e essa moçada que se expõe deveria repensar isso.”

Os ingressos custam de R$ 40 a R$ 150 e podem ser comprados na bilheteria ou no site www.compreingressos.com.br. Mais informações no telefone 2626-0243.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;