Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Espada de Joana D'Arc foi roubada três vezes desde 2002


Da AFP

12/06/2006 | 14:38


A espada da estátua de Joana D'Arc, localizada ao lado da catedral de Reims (leste da França), foi roubada três vezes em quatro anos, anunciou nesta segunda-feira um funcionário municipal, atribuindo o crime a uma "pessoa perturbada e obcecada". "Estamos fartos. Isso já nos custou 20 mil euros (US$ 25 mil)", declarou Mario Rossi.

No sábado passado, pela terceira vez desde abril de 2002, a espada de Joana D'Arc foi roubada, coincidindo com uma festa folclórica anual em homenagem à heroína francesa. "Por que aqui, em Reims? Por que uma vez a cada dois anos? Por que não em Paris ou Estrasburgo, que também têm estátuas de Joana D'Arc? Acho que se trata o ato de um desequilibrado, um tipo perturbado e obcecado", afirmou Rossi.

A espada soldada na mão da figura histórica foi roubada em abril de 2002 e abril de 2004. Em março de 2006, a peça foi entortada.

Joana D'Arc, heroína da história da França e santa para a Igreja Católica, foi julgada por heresia e bruxaria em Rouen (noroeste) e queimada numa fogueira, em praça pública, em 1431.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Espada de Joana D'Arc foi roubada três vezes desde 2002

Da AFP

12/06/2006 | 14:38


A espada da estátua de Joana D'Arc, localizada ao lado da catedral de Reims (leste da França), foi roubada três vezes em quatro anos, anunciou nesta segunda-feira um funcionário municipal, atribuindo o crime a uma "pessoa perturbada e obcecada". "Estamos fartos. Isso já nos custou 20 mil euros (US$ 25 mil)", declarou Mario Rossi.

No sábado passado, pela terceira vez desde abril de 2002, a espada de Joana D'Arc foi roubada, coincidindo com uma festa folclórica anual em homenagem à heroína francesa. "Por que aqui, em Reims? Por que uma vez a cada dois anos? Por que não em Paris ou Estrasburgo, que também têm estátuas de Joana D'Arc? Acho que se trata o ato de um desequilibrado, um tipo perturbado e obcecado", afirmou Rossi.

A espada soldada na mão da figura histórica foi roubada em abril de 2002 e abril de 2004. Em março de 2006, a peça foi entortada.

Joana D'Arc, heroína da história da França e santa para a Igreja Católica, foi julgada por heresia e bruxaria em Rouen (noroeste) e queimada numa fogueira, em praça pública, em 1431.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;