Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Após pedir mais verba para museu, Marinho se nega a dar esclarecimentos


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

07/04/2015 | 07:00


O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), ignorou questionamentos sobre o pedido de R$ 4,5 milhões protocolado junto ao governo federal para concluir as obras do Museu do Trabalho e do Trabalhador, atrasadas em mais de dois anos e que já consumiram R$ 18,8 milhões dos cofres públicos.

Depois de participar de reunião mensal dos prefeitos ontem, na sede do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, o petista deu as costas ao ser indagado em relação ao montante a ser empregado em canteiro que segue parado.

Idealizado por ele em 2011 com o objetivo de homenagear seu padrinho político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o equipamento está situado na antiga sede do Mercado Municipal, no Centro, e deveria ter sido entregue em janeiro de 2013. A obra está paralisada desde o fim do ano passado.

Na segunda-feira, reportagem do Diário revelou ofício encaminhado pelo Paço de São Bernardo à União solicitando transferência dos recursos, sendo que R$ 3,6 milhões seriam destinados pelo governo federal e R$ 906 mil de contrapartida da administração municipal. O Ministério da Cultura, responsável pelo convênio, ainda analisa repasse. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;