Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Insanidades e rachas
chegam ao Rio de Janeiro


Luis Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

06/05/2011 | 07:00


O Rio de Janeiro parece ter entrado definitivamente na lista de set de filmagens do cinema norte-americano. Após receber Sylvester Stallone e seus companheiros para as gravações de Os Mercenários (2010), e sua beleza servir de molde para as imagens da animação Rio (em cartaz), a Cidade Maravilhosa agora abre espaço para as insanas perseguições de carros de Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio, que chega hoje aos cinemas brasileiros.

O longa-metragem traz clima policial um pouco mais adulto, mas ainda peca por tentar agradar demais ao público jovem e se perde justamente em ideias juvenis - que não deixam de ser divertidas no fim das contas. Com direção de Justin Lin, o filme segue a linha do primeiro e do quarto título da cinessérie, deixando de lado os carros tunados e coloridos que surgem sem grande necessidade no enredo dos capítulos dois e três.

Operação Rio traz Dom (Vin Diesel), Brian (Paul Walker) e Mia (Jordana Brewster) fugindo dos Estados Unidos, onde estão sendo procurados, e se escondendo nas favelas cariocas. Eles participam de um assalto a trem onde o alvo são alguns carros. O que não sabem é que as máquinas possuem informações de um esquema de tráfico de drogas que envolve o perigoso criminoso local, Hernan Reyes.

A fome por ação dos protagonistas não se resume mais a rachas pelas ruas ou disputa de corridas por status no meio underground. A ambição de todos é conseguir a liberdade, nem que para isso tenham de enfrentar o mais durão dos agentes norte-americanos ou puxar um gigante cofre pelas ruas do Rio de Janeiro sem qualquer escrúpulo pela destruição provocada.

O filme também serve como homenagem ao conjunto da obra de Velozes e Furiosos. Figuras presentes nas produções anteriores surgem para ajudar o trio principal em seu plano de vingança contra Reyes. O enredo lembra o conceito presente no sucesso Onze Homens e Um Segredo (2001), no qual bandidos especialistas em áreas específicas são chamados para participar de um praticamente impossível crime para ganhar milhões de dólares. Somado a isso, estão a ação e a paixão pelos mais insanos automóveis presente em títulos como 60 Segundos (2000).

O cenário da história pode ser território brasileiro, mas Hollywood ainda está longe de mostrar como o Rio realmente é. Isso pouco importa nesse caso, uma vez que as loucuras lideradas por Dom são absurdas demais para serem levadas a sério.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;