Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Taxa de desemprego da Itália fica em 11,5% em março



30/04/2013 | 05:39


A taxa de desemprego da Itália manteve-se em 11,5% em março, mas 51 mil postos de trabalho foram perdidos e a taxa de emprego caiu para 56,3%, segundo informações do instituto nacional de estatísticas Istat publicadas nesta terça-feira.

O Istat revisou a taxa de desemprego de fevereiro para 11,5%, de 11,6%. A taxa atingiu um pico de 11,7% em janeiro.

No entanto, a melhora modesta na taxa de desemprego escondeu uma queda na força de trabalho ativa e uma perda acentuada de postos de trabalho para as mulheres. Segundo o instituto, as mulheres perderam 70 mil postos de trabalho, enquanto os homens ganharam 19 mil.

Em março, havia 2,95 milhões de pessoas oficialmente desempregadas na Itália, queda de 14 mil ou 0,5% ante fevereiro. Por outro lado, o número de março é maior em 297 mil ou 11,2% que no mesmo mês de 2012, disse o Istat.

A taxa de desemprego dos jovens, com idade entre 15 e 24 anos, subiu para 38,4% em março, de 37,8% em relação ao mês anterior e 35,2% no mesmo mês do ano anterior, afirmou o Istat.

Os italianos no programa de subsídio salarial, que visa especialmente os trabalhadores da indústria e da construção, não são contados como desempregados. Cerca de 500 mil italianos estavam em tais programas sem trabalhar nos dois primeiros meses do ano, de acordo com o sindicato CGIL.

O novo primeiro-ministro italiano Enrico Letta citou a criação de empregos para jovens e para as mulheres como uma prioridade nacional no seu discurso inaugural para o Parlamento na segunda-feira. Letta não forneceu detalhes de como ele pode enfrentar este desafio. As informações são da Dow Jones.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;