Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Festa do pijama


Bruna Gonçalves
Especial para o Diário

26/04/2009 | 07:02


As princesas estão em baixa nas comemorações entre as meninas. A moda é reunir as amigas em casa para participar da festa do pijama e passar a noite se divertindo. A programação de atividades é tão intensa que sobra pouco tempo para dormir.

De pijamas e pantufas, as amigas de Giulia Ramos, de Santo André, se reuniram no apartamento da aniversariante para festejar seus 10 anos, com uma baladinha bem diferente. "Dançamos ao som de Britney, Pink e NX Zero e montamos salão de cabeleireiro para fazer penteados e pintar as unhas."

O encontro serviu para essa turma promover uma feirinha de troca de acessórios. "Cada uma trouxe uma coisa. Troquei um batom por uma pulseira", conta Giulia Mariane Garcia, 10, que também já promoveu duas festas desse tipo.

O mais legal é o longo período em que as meninas podem ficar juntas. Sem motivo especial para a comemoração, a festa de Heloísa Ogata Correia, 9 anos, de Santo André, durou 21 horas (das 20h de sexta às 17h de sábado). "A gente jogou, brincou de boneca e de guerra de travesseiro e ainda assistimos ao HSM 3. Só fomos dormi às 5h da manhã", conta.

O que vale é a criatividade para aproveitar o tempo. A amiga Pamela Rizzuti, 10, adorou brincar de Big Brother. "Cada uma imitava uma mulher da casa. Eu fui a Francine e depois a Mayra. Teve até paredão", diz.

Dormir na casa do amigo é uma experiência importante, além de divertida. "Faz com que a criança se torne independente e autoconfiante", afirma a psicóloga Rita Calegari, do Hospital São Camilo. É recomendável a partir de 7 anos para não correr o risco de dar vexame e chorar de saudades. (Supervisão Teresa Monteiro)

Dicas para organizar a festa - O primeiro passo para promover uma festa é pedir autorização dos pais e organizar a lista de convidados, levando em conta o tamanho da casa.

Em seguida, produza os convites, indicando dia e horário e o que é preciso levar, de acordo com o tema. Se for para dormir, pantufas, camisolas ou pijamas são trajes obrigatórios. Também vale festa brega ou à fantasia.

Faça o cardápio com sua família e defina o que será servido. Se não tiver motivo especial, como a comemoração do seu aniversário, pedir para cada convidado levar um prato ou refrigerante pode ser boa solução.

O sucesso da festa vai depender da programação de brincadeiras que deve ser pensada antes. Separe jogos, alugue filmes legais e deixe a imaginação rolar.

Seja gentil e educado para ser convidado de novo - Antes de aceitar o convite para dormir na casa do amigo, é legal um dos seus pais entrar em contato com a família do anfitrião para combinar detalhes do encontro. É adequado levar roupa de cama (lençol, travesseiro e manta), toalha e objetos de higiene pessoal, além do pijama, é claro, e outra troca de roupa de acordo com o tempo que vai ficar lá.

Também é legal levar algum objeto predileto, como o ursinho de pelúcia que dorme com você ou um brinquedo. Só não exagere no tamanho nem na quantidade. Outra dica é oferecer uma lembrancinha à família, como vaso de flores, caixa de bombom ou outra guloseima. Isso demonstra gentileza.

Seu comportamento vai determinar um novo convite ou não. Lembre-se que a casa não é sua e, portanto, deve se comportar bem. Seja educado e gentil. Não esqueça de usar as palavrinhas mágicas, como por favor, obrigada, desculpe, bom dia, boa noite, com licença.

Quando a gente se hospeda na casa de alguém tem de se adaptar à cultura dessa família, seguindo a rotina da casa. Deve seguir os horários das refeições, comer o que é oferecido sem dizer que não gosta disso ou daquilo, dormir na hora em que os pais do amigo mandarem e, claro, não fazer bagunça. Depois, tem de ajudar a arrumar. (Consultoria das especialistas Kátia Fridrich e Lígia Marques)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Festa do pijama

Bruna Gonçalves
Especial para o Diário

26/04/2009 | 07:02


As princesas estão em baixa nas comemorações entre as meninas. A moda é reunir as amigas em casa para participar da festa do pijama e passar a noite se divertindo. A programação de atividades é tão intensa que sobra pouco tempo para dormir.

De pijamas e pantufas, as amigas de Giulia Ramos, de Santo André, se reuniram no apartamento da aniversariante para festejar seus 10 anos, com uma baladinha bem diferente. "Dançamos ao som de Britney, Pink e NX Zero e montamos salão de cabeleireiro para fazer penteados e pintar as unhas."

O encontro serviu para essa turma promover uma feirinha de troca de acessórios. "Cada uma trouxe uma coisa. Troquei um batom por uma pulseira", conta Giulia Mariane Garcia, 10, que também já promoveu duas festas desse tipo.

O mais legal é o longo período em que as meninas podem ficar juntas. Sem motivo especial para a comemoração, a festa de Heloísa Ogata Correia, 9 anos, de Santo André, durou 21 horas (das 20h de sexta às 17h de sábado). "A gente jogou, brincou de boneca e de guerra de travesseiro e ainda assistimos ao HSM 3. Só fomos dormi às 5h da manhã", conta.

O que vale é a criatividade para aproveitar o tempo. A amiga Pamela Rizzuti, 10, adorou brincar de Big Brother. "Cada uma imitava uma mulher da casa. Eu fui a Francine e depois a Mayra. Teve até paredão", diz.

Dormir na casa do amigo é uma experiência importante, além de divertida. "Faz com que a criança se torne independente e autoconfiante", afirma a psicóloga Rita Calegari, do Hospital São Camilo. É recomendável a partir de 7 anos para não correr o risco de dar vexame e chorar de saudades. (Supervisão Teresa Monteiro)

Dicas para organizar a festa - O primeiro passo para promover uma festa é pedir autorização dos pais e organizar a lista de convidados, levando em conta o tamanho da casa.

Em seguida, produza os convites, indicando dia e horário e o que é preciso levar, de acordo com o tema. Se for para dormir, pantufas, camisolas ou pijamas são trajes obrigatórios. Também vale festa brega ou à fantasia.

Faça o cardápio com sua família e defina o que será servido. Se não tiver motivo especial, como a comemoração do seu aniversário, pedir para cada convidado levar um prato ou refrigerante pode ser boa solução.

O sucesso da festa vai depender da programação de brincadeiras que deve ser pensada antes. Separe jogos, alugue filmes legais e deixe a imaginação rolar.

Seja gentil e educado para ser convidado de novo - Antes de aceitar o convite para dormir na casa do amigo, é legal um dos seus pais entrar em contato com a família do anfitrião para combinar detalhes do encontro. É adequado levar roupa de cama (lençol, travesseiro e manta), toalha e objetos de higiene pessoal, além do pijama, é claro, e outra troca de roupa de acordo com o tempo que vai ficar lá.

Também é legal levar algum objeto predileto, como o ursinho de pelúcia que dorme com você ou um brinquedo. Só não exagere no tamanho nem na quantidade. Outra dica é oferecer uma lembrancinha à família, como vaso de flores, caixa de bombom ou outra guloseima. Isso demonstra gentileza.

Seu comportamento vai determinar um novo convite ou não. Lembre-se que a casa não é sua e, portanto, deve se comportar bem. Seja educado e gentil. Não esqueça de usar as palavrinhas mágicas, como por favor, obrigada, desculpe, bom dia, boa noite, com licença.

Quando a gente se hospeda na casa de alguém tem de se adaptar à cultura dessa família, seguindo a rotina da casa. Deve seguir os horários das refeições, comer o que é oferecido sem dizer que não gosta disso ou daquilo, dormir na hora em que os pais do amigo mandarem e, claro, não fazer bagunça. Depois, tem de ajudar a arrumar. (Consultoria das especialistas Kátia Fridrich e Lígia Marques)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;