Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Descobrimos a professora Laura Martins da Silva


Ademir Medici

28/02/2015 | 07:00


O desafio de identificar as professoras pioneiras do novo prédio do Grupo Escolar Maria Iracema Munhoz, em São Bernardo, prossegue. São as professoras da foto, que vai repetida, agora que recebemos importante colaboração da ex-aluna Cleide Martins da Silva. Sua mãe, Laura Martins da Silva, foi professora. Pioneira. Lecionou em três fases da vida do eterno Grupo Escolar Maria Iracema Munhoz, hoje denominado EE Maria Iracema Munhoz.

Cleide Silva estudou no Iracema de 1950 a 1954. Prosseguiu os estudos no João Ramalho, onde fez o ginásio e o segundo grau (curso Normal).

Seguem-se as informações que Cleide repassou à Memória, em três capítulos:

PROFESSORA LAURA – Em matéria postada em 2/2/2015, no Diário, sob o título E as professoras pioneiras posam para nós..., onde se lê Druzilla de Carvalho Ruiz, leia-se Laura Martins da Silva. Ela é minha mãe, por isso não tenho dúvidas.

RECONHECIMENTO – Mudamos de São Paulo para São Bernardo em 1946. Desde então minha mãe lecionou no Iracema, até se aposentar. Fez inúmeras amizades no meio da Educação. A maior parte desses anos todos lecionou para a primeira série, recebendo no ano do Quarto Centenário de São Paulo (1954) uma placa como uma das docentes que tinham conseguido 100% de alfabetização. Ela era austera, porém, os alunos a adoravam. Bons tempos em que o professor recebia seu devido valor.

LINHA DO TEMPO

História de vida da professora Laura Martins da Silva

Nascimento: 16-3-1911, em Caconde (SP), filha de Daniel Martins e Sophia Baruel Martins.

Formatura: Itapetininga (SP), nos anos 1930.

Casamento: 29-7-1937, com o farmacêutico Jarbas Alves da Silva.

São Bernardo: 1946. Torna-se efetiva do grupo escolar local. E atua nos três endereços em que a escola funcionou: o casarão de taipa demolido, o Salão Paroquial (escola provisória, em 1954) e o atual prédio, o da foto, a partir de 1955.

Aposentadoria: anos 1970, na mesma escola.

Morte: 16-6-1997, em São Bernardo.

Filhos, Flavio Roberto Martins da Silva e Cleide Martins da Silva.

Netos: Adriana, Liliana, Anderson, Roberta, Marcelo e Luciana.

Bisnetos: Adonis, Mikael, Policarpo, Ana Terra, Letícia, Laura e Adriano.

A FOTO

É possível que esta foto enigmática tenha sido feita pelo Foto Estúdio Amaro, de Antenor Coradi. Mas a nossa colaboradora, Isa Coradi, filha do Sr. Antenor, faz justiça ao portador da imagem, Alcides Franhani Junior. Ele é filho da professora Elena Queiros Franhani, que também está na foto.

Município Paulista

Aniversariam hoje: Paulinia, Restinga, Salesópolis, Sebastianópolis do Sul e Silveiras.

Em 12 de maio de...

1895 – Nasce em Rochedo (MG), Lauro Gomes de Almeida, filho de Sebastião Gomes de Almeida e Olímpia Gomes de Almeida. Lauro foi por duas vezes prefeito em São Bernardo, quando recebeu o título de O prefeito das crianças. Foi deputado federal e estadual (neste caso eleito, mas não tomou posse). Morreu em 1964 quando exercia o cargo de prefeito de Santo André.

1905 – José Andrade Moura nasce em Capela (SE). Veio para Santo André em 1927 e durante 38 anos trabalhou na Rhodia Química. Quando completou 80 anos, reuniu os amigos na Sociedade Ítalo-Brasileira, rodeado pela esposa Creusa, os filhos Ary, Helio, Humberto e Celso, mais irmãos, netos e os quatro primeiros bisnetos. Dom Jorge compareceu e homenageou Moura com um lindo discurso.

1910 – Câmara Municipal de São Bernardo contrata um guarda-livro, Lúcio Veiga.

1970 – O Sindicato dos Bancários de Santo André inaugura ambulatório médico.

- Mauá anuncia a construção do primeiro viaduto da cidade.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 28 de fevereiro de 1985 – ano 27, nº 5761

Manchete – Assembleia aprova greve geral de ônibus na região

Injustiça – Claudete Reinhart, na coluna Encontro: ‘Causando indignação geral, em Santo André, a exoneração-surpresa da excelente figura humana que é Francisco Cardoso Franco – o seu Chico do cartório – do cargo de juiz de paz da cidade. E isto sem um mínimo de consideração a quem, durante 37 anos, não se afastou um fim de semana sequer do cartório, sempre com a finesse e o bom humor que o caracteriza. Não houve prévia comunicação, não houve um aviso telefônico, nada! Apenas e tão somente a publicação fria no Diário Oficial.’

Combustíveis – Gasolina já custa Cr$ 2.170 e álcool sobe a Cr$ 1.410.

Nacional – Figueiredo (João, presidente da República) inaugura a Açominas: usina nasce devendo 8,8 trilhões de cruzeiros.

Diadema – Escolas voltarão a ter vigias.

Futebol – Jaiminho de novo no EC Santo André.

Santos do dia

- São Romano (ou Romão) e São Lupicínio (na estampa). Nasceram na França e exerceram sua religiosidade no próprio país e na Alemanha. Morreram no século 5.

- Daniel Brottier. Capelão militar francês (1876-1936). Assistiu os moribundos durante a Primeira Guerra Mundial.

- Justo

- Serapião

Nas Ondas do Rádio

Viagem no tempo, com Marcelo Lopes Duarte. Vinte e quatro horas por dia na internet: www.viagemnotempo.net . Aos sábados e domingos, o melhor do flash-back, com canções populares brasileiras e internacionais; de segunda-feira a sexta-feira, o melhor da música instrumental. E mais: fotografias e notícias no tempo.

ESTADÃO AM (700) e FM (92,9). ESTADÃO ACERVO. Em cartaz, o Ano Novo Chinês, comemorado no bairro da Liberdade no último final de semana. Este é o ano da cabra. Professor Alexandre Hecker, de História Contemporânea da USP, fala da História chinesa; Mestre I Ming focaliza o lado religioso; Cheung Ka Wai, economista e organizador da festa do Ano Novo chinês, traça um perfil atual do país. Por exemplo: Zizau, que jogou no Corinthians, voltou para a China e joga por lá. Levou junto a namorada imigrante chinesa que arranjou no Brasil. Apresentação: Geraldo Nunes. Hoje, às 6h e 14h; amanhã, às 7h.

RÁDIO ABC (1570) – Causas Nobres. Ao vivo, no estúdio, o entrevistado é Edson Sardano, diretor da Instituição Assistencial Amélia Rodrigues. Produção e apresentação: Antonio Dalto. Hoje, ao meio-dia.

BANDEIRANTES AM (840) E FM (90,9). Memória. Em homenagem ao título paulistano da Vai-Vai, a história da cantora Elis Regina (segundo de uma série de quatro programas). Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã às 5h. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;