Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cronômetro marca 66 minutos e Tatuapé estoura tempo

Paulo Pinto/LIGASP/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


15/02/2015 | 05:09


Puxado pela cantora Leci Brandão e com o samba-enredo "Ouro, símbolo da riqueza e da ambição", o Acadêmicos do Tatuapé, encerrou seu desfile com alguma tensão por parte de seus integrantes, uma vez que a escola foi a primeira desta última noite de desfiles do Grupo Especial de São Paulo a ultrapassar o limite de 65 minutos para atravessar a avenida. O portão ainda não havia fechado completamente minutos depois de os integrantes cruzarem a linha final, mas o cronômetro zerado marcou o fim do desfile aos 66 minutos.

O tatu, símbolo da Acadêmicos do Tatuapé, adornou a última alegoria, que teve como tema os prêmios que são feitos utilizando o metal. Houve referências ao Oscar e às medalhas olímpicas. O lado lúdico do ouro apareceu na quarta alegoria da escola, que mostrou o personagem Tio Patinhas com suas preciosas moedas douradas. A galinha dos ovos de ouro também foi lembrada no carro, que trouxe a ala das crianças.

A bateria da Acadêmicos do Tatuapé representou o pote de ouro no final do arco-íris. A escola da zona leste de São Paulo contou a história do ouro e suas diversas representações. Abordou desde a descoberta até as ostentações e conquistas nos dias de hoje (bodas de ouro, disco de ouro, troféu Oscar, bola de ouro, Palma de ouro, medalha de ouro).

A Acadêmicos totalizou 3 mil integrantes, divididos em quatro setores e 19 alas. Alguns integrantes tiveram problemas com as fantasias. Um dos componentes, vestido de Fauno, ficou sem parte da fantasia. As asas estavam tortas desde o início da apresentação e foram rapidamente recolhidas. Na frente da bateria, os chifres usados por um passista ensaiaram cair. Ele não teve dúvida: segurou o adereço com a mão e continuou sambando.

A melhor colocação da agremiação no Grupo Especial foi em 2014, quando ficou em 6º lugar com um enredo sobre São Jorge guerreiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;