Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Boxe: Sao Caetano nocauteia o Corinthians


Marcelo de Paula
Da Redaçao

03/11/1999 | 22:17


  A AD (Associaçao Desportiva) Sao Caetano conseguiu um feito inédito na terça-feira, no ginásio Baby Barioni. A equipe de boxe da Associaçao, treinada por Gabriel de Oliveira, conquistou, pela primeira vez, o título por equipe do Campeonato Paulista de Boxe. Dos sete pugilistas que foram para as finais, cinco foram campeoes.

Com o resultado, a equipe do Grande ABC somou 19 pontos, contra 18 do Corinthians, que classificou cinco pugilistas para as finais e venceu três confrontos. A última vez que a regiao conquistou um título paulista foi em 1992, com a equipe da Pirelli, de Santo André, que por duas décadas manteve-se como a melhor do boxe estadual.

De lá para cá, o boxe paulista passou a ser dominado pelos clubes da Capital, primeiro o Sao Paulo, que desativou o departamento de boxe, e depois o Corinthians, campeao de 1998.

O curioso é que Sao Caetano inscreveu apenas nove lutadores para a competiçao e conseguiu classificar sete, um desempenho impressionante ainda mais se comparado com o Corinthians, que inscreveu 27, classificou cinco e terminou em segundo lugar.

A primeira luta da noite foi entre o mosca-ligeiro (48 kg) Edilson Lima e José Medeiros (CA Campinas). O boxeador campineiro nao resistiu à técnica de Edílson e teve de abandonar. Foram os primeiros três pontos da noite para Sao Caetano, que, na seqüência, no confronto da categoria mosca (51 kg), veria Antônio Cruz, o Gibi, nocautear Wellington Gomes (Coliseu) no quarto round.

Depois, o pena (57 kg) Valdemir Pereira, o Sertao, repetiu a dose e nocauteou José Nascimento (Padote) no terceiro assalto. Parecia sonho, mas nao era. Após a luta mista entre Silvana Lima e George Teixeira, em que Silvana saiu vitoriosa, Juliano Ramos (meio-médio ligeiro) subiu ao ringue e derrotou Alexandre Félix (Padote) por pontos.

Era a quarta vitória consecutiva, mas nao parou por aí. O meio-médio André Luís Bispo venceu por pontos ao forte Émerson Marques (CA Campinas) garantindo o título, já que àquela altura o clube da regiao somava 15 pontos e na pior das hipóteses perderia suas duas próximas lutas ficando com 19 pontos (foi o que aconteceu).

O Corinthians já nao tinha como ultrapassar o Sao Caetano, pois na primeira batalha o peso-leve (60 kg) Daniel Santos foi nocauteado por Jeferson Luís (Coliseu). O máximo que o clube de Sao Paulo poderia atingir seriam 19 pontos (mas perderia no número de medalhas de ouro), e acabou ficando com 18.

Na categoria peso-médio (75 kg), Wagner Vasconcelos perdeu por pontos para Marinho Dutra (Coliseu) e Fábio Maldonado (peso-pesado) foi derrotado por Marcelino Novais (Corinthians).

O único pugilista de Santo André que disputou as finais foi o meio-pesado (81 kg) Ivanildo de Andrade, nocauteado por Gerson Ramos, do Corinthians. Por equipe, a classificaçao ficou assim definida:

1º) AD Sao Caetano, com 19 pontos;

2º) Corinthians, com 18;

3º) Coliseu, 14;

4º) Padote, 10;

5º) CA Campinas, 8;

6º) EC Santo André, 5;

7º) Pirituba e Sao José do Rio Preto, ambos com um ponto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;