Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

'Doces Bárbaros' gravam CD para o Esporte Clube Bahia


Do Diário do Grande ABC

26/01/2000 | 16:00


O Bahia conseguiu o que inúmeros empresários e produtores musicais tentam há anos sem êxito: reunir, novamente, num disco os "doces bárbaros" Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia e Gal Costa, todos torcedores do time baiano. Os quatro, que nao gravam juntos há mais de 20 anos, acabaram de participar do CD "Doces Bárbaros Bahia", onde interpretam versoes dos hinos do Esporte Clube Bahia.

O compositor e produtor musical Jota Veloso, responsável pelo projeto, espera lançar o disco antes do carnaval no Estádio da Fonte Nova, "lotado de torcedores", espera. A arrecadaçao do CD será destinada às divisoes de base do Bahia e às Obras Sociais de Irma Dulce. "É um acontecimento marcante pois os "Doces Bárbaros nunca mais tinham se reunido e o fizeram por amor ao Bahia", ressalta Veloso, que é sobrinho de Caetano e Bethânia.

Foi exatamente na festa de aniversário da irma, Maria Veloso, em abril de 1998 que surgiu a idéia. "Uma amiga perguntou a Bethânia, nesse dia, se ela gravaria o hino do Bahia e ela respondeu que sim", contou, lembrando que, ao ouvir a proposta Caetano gostou da idéia e concordou também em cantar. "A partir desse bate-papo sem compromisso, o projeto foi evoluindo", explicou Veloso, que dias depois procurou saber se Gil e Gal também torciam pelo Bahia e gostariam de participar do CD. Eles responderam positivamente às duas perguntas. Em seguida, o produtor musical entrou em contato com o departamento de marketing do Bahia para expor a proposta. É claro que os diretores do clube adoraram.

O CD que está em fase de mixagem, terá cinco faixas: uma com interpretaçao voz e violao de Caetano do hino oficial do Bahia (de Adroaldo Ribeiro Costa) outra versao, reunindo Gal e Bethânia, na terceira Gil canta em ritmo de reggae, "Bahia Campeao dos Campeoes", uma espécie de segundo hino do clube, (composto por Zé Pretinho). O coro da torcida "Eu sou Bahia com muito orgulho e muito amor", foi gravado no Estádio Fonte Nova e incluído no disco. A última faixa reúne os quatro doces bárbados para cantar o mesmo coro.

Veloso disse que Gil resolveu gravar sua faixa em ritmo de reggae para homenagear um dos símbolos do Bahia, a "kombi do reggae", que vende lanches na porta da Fonte Nova em todo jogo do clube. "A kombi é um ponto de encontro do torcedor, com sua bandeira da Jamaica e sistema de som que toca reggaes e o hino do Bahia o tempo todo", explicou, informando que Caetano, Gil, Bethânia e Gal torcem para que o projeto traga dias melhores ao Bahia que está na segunda divisao.

"Eles querem que o clube volte a ser grande como a torcida que lota a Fonte Nova mesmo quando o Bahia vai enfrentar um time desconhecido", comentou Veloso, informando que Caetano acompanha os jogos do Bahia até com mais assiduidade nos últimos anos por causa da mulher Paula Lavigne, que adora o esporte.

O gerente de marketing do Bahia, Artur Couto classificou de "presente do céu", o CD dos Doces Bárbaros. "Pensávamos em lançar um CD do Bahia mas nao poderíamos nunca imaginar em reunir esses quatro artistas extraordinários", disse, achando que nenhum clube do Brasil conseguiu façanha semelhante. A princípio, serao feitas 30 mil cópias do CD mas essa quantidade pode ser bem maior.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Doces Bárbaros' gravam CD para o Esporte Clube Bahia

Do Diário do Grande ABC

26/01/2000 | 16:00


O Bahia conseguiu o que inúmeros empresários e produtores musicais tentam há anos sem êxito: reunir, novamente, num disco os "doces bárbaros" Caetano Veloso, Gilberto Gil, Maria Bethânia e Gal Costa, todos torcedores do time baiano. Os quatro, que nao gravam juntos há mais de 20 anos, acabaram de participar do CD "Doces Bárbaros Bahia", onde interpretam versoes dos hinos do Esporte Clube Bahia.

O compositor e produtor musical Jota Veloso, responsável pelo projeto, espera lançar o disco antes do carnaval no Estádio da Fonte Nova, "lotado de torcedores", espera. A arrecadaçao do CD será destinada às divisoes de base do Bahia e às Obras Sociais de Irma Dulce. "É um acontecimento marcante pois os "Doces Bárbaros nunca mais tinham se reunido e o fizeram por amor ao Bahia", ressalta Veloso, que é sobrinho de Caetano e Bethânia.

Foi exatamente na festa de aniversário da irma, Maria Veloso, em abril de 1998 que surgiu a idéia. "Uma amiga perguntou a Bethânia, nesse dia, se ela gravaria o hino do Bahia e ela respondeu que sim", contou, lembrando que, ao ouvir a proposta Caetano gostou da idéia e concordou também em cantar. "A partir desse bate-papo sem compromisso, o projeto foi evoluindo", explicou Veloso, que dias depois procurou saber se Gil e Gal também torciam pelo Bahia e gostariam de participar do CD. Eles responderam positivamente às duas perguntas. Em seguida, o produtor musical entrou em contato com o departamento de marketing do Bahia para expor a proposta. É claro que os diretores do clube adoraram.

O CD que está em fase de mixagem, terá cinco faixas: uma com interpretaçao voz e violao de Caetano do hino oficial do Bahia (de Adroaldo Ribeiro Costa) outra versao, reunindo Gal e Bethânia, na terceira Gil canta em ritmo de reggae, "Bahia Campeao dos Campeoes", uma espécie de segundo hino do clube, (composto por Zé Pretinho). O coro da torcida "Eu sou Bahia com muito orgulho e muito amor", foi gravado no Estádio Fonte Nova e incluído no disco. A última faixa reúne os quatro doces bárbados para cantar o mesmo coro.

Veloso disse que Gil resolveu gravar sua faixa em ritmo de reggae para homenagear um dos símbolos do Bahia, a "kombi do reggae", que vende lanches na porta da Fonte Nova em todo jogo do clube. "A kombi é um ponto de encontro do torcedor, com sua bandeira da Jamaica e sistema de som que toca reggaes e o hino do Bahia o tempo todo", explicou, informando que Caetano, Gil, Bethânia e Gal torcem para que o projeto traga dias melhores ao Bahia que está na segunda divisao.

"Eles querem que o clube volte a ser grande como a torcida que lota a Fonte Nova mesmo quando o Bahia vai enfrentar um time desconhecido", comentou Veloso, informando que Caetano acompanha os jogos do Bahia até com mais assiduidade nos últimos anos por causa da mulher Paula Lavigne, que adora o esporte.

O gerente de marketing do Bahia, Artur Couto classificou de "presente do céu", o CD dos Doces Bárbaros. "Pensávamos em lançar um CD do Bahia mas nao poderíamos nunca imaginar em reunir esses quatro artistas extraordinários", disse, achando que nenhum clube do Brasil conseguiu façanha semelhante. A princípio, serao feitas 30 mil cópias do CD mas essa quantidade pode ser bem maior.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;