Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Juiz espanhol conclui investigação sobre Al Qaeda


Da AFP

15/06/2004 | 11:28


O juiz espanhol Baltasar Garzón concluiu nesta terça-feira sua investigação sobre uma suposta célula espanhola da organização Al Qaeda. Com isso, 15 pessoas acusadas de envolvimento com terrorismo poderão ser levadas ante à Justiça em 2005, informaram fontes judiciais.

Segundo os autos, Garzón concluiu sua instrução "a tempo de que permaneçam na prisão alguns dos processados - a lei só permite quatro anos de prisão preventiva - e a fim de possibilitar que se inicie a fase do julgamento oral".

Um total de 14 supostos militantes islamitas radicais estão atualmente em prisão preventiva. Oito deles, incluindo o suposto responsável pela célula, o sírio Imad Eddin Barakat Yarkas, ou "Abu Dahdah", estão presos à espera de julgamento desde 18 de novembro de 2001.

Todos foram detidos durante uma operação policial dirigida pelo juiz Garzón - que investiga há vários anos as redes islamitas - dois meses depois dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.

Segundo Garzón, esta suposta célula espanhola da Al Qaeda teve um papel importante na preparação dos atentados de 11/9 e os últimos detalhes desses ataques foram planejados na Espanha, incluindo a "data exata".

Um total de 41 pessoas estão arroladas no processo, mas a maior parte delas tem seu paradeiro desconhecido, como o líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden. Além das 14 pessoas presas, o jornalista do canal árabe Al Jazeera, Tayssir Alluni, acusado de pertencer à rede, figura entre os envolvidos no processo.

O jornalista, famoso por ter entrevistado Bin Laden depois dos atentados de 11/9, foi detido em 5 de setembro de 2003 em Granada e colocado em liberdade sob fiança em 23 de outubro por razões de saúde, sem possibilidade de sair do território espanhol. Ao sair da prisão, ele afirmou ter pressa quanto ao início do processo para poder "se explicar".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;