Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Andreenses aprovam abertura de ciclofaixa de lazer no município

Marina Brandão/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Via tem 10,1 km com sinalização e funciona das
8h30 às 14h30; os usuários destacam segurança


Juliana Bontorim
Do Diário do Grande ABC

02/02/2015 | 07:00


Depois de 20 anos, Aletheia Moura, 34 anos, moradora da Vila América, em Santo André, emprestou uma bicicleta de um vizinho e deu o primeiro passo para retomar algo que sempre adorou. “Estava tão ansiosa que, no sábado mesmo, dei uma volta no quarteirão”, conta ela, que ontem participou da abertura da primeira ciclofaixa de lazer do município.

Eram 8h e quase 1.000 ciclistas já estavam de prontidão no Paço Municipal para conhecer cada um dos 10,1 quilômetros do trecho. Aletheia topou o desafio a convite da amiga Renata Peres, uma das organizadoras de encontro de pedal noturno realizado na cidade. “Agora, com segurança, todos vão poder participar. A pedalada que acontece de segunda-feira é difícil para trazer criança, mas neste sistema será fantástico”, afirma Renata, que saía da própria cidade e ia para São Paulo para utilizar a ciclofaixa da Avenida Paulista.

O ciclismo é uma das modalidades que provam que não há idade para praticar exercícios físicos. Com 80 anos, Valdemar dos Santos é militante da ‘magrela’ desde 1952. “Hoje é um dia histórico”, lembra Santos, que participa ativamente do movimento.

O prefeito andreense Carlos Grana (PT), devidamente equipado, abriu o caminho para que todos pudessem apreciar o espaço. “Vamos aos poucos, pois faremos algo progressivo no município. Começamos com a parte do lazer, mas em breve focaremos nas ciclovias”, adianta Grana. Neste caso, a Prefeitura pretende chegar ao fim deste ano com 40 quilômetros de espaços exclusivos para bikes.

O projeto atualmente em funcionamento foi feito em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos. Sobre o investimento de R$ 5 milhões, o secretário da Pasta, Paulinho Serra (PSD), destaca que a Prefeitura decidiu subsidiar o andamento até o ano que vem. “Abrimos para que alguma empresa patrocinasse, mas nenhuma se apresentou para assumir o valor. Portanto, não podíamos deixar parado”, comenta Paulinho, ao falar do destino da verba. Segundo ele, são quase 100 pessoas envolvidas, entre sistema de segurança, coordenação, pintura de faixas, entre outros. O secretário ainda afirmou que até o fim deste ano devem estar em funcionamento 30 quilômetros de ciclofaixas de lazer na cidade.

TRAJETO

O circuito tem início no Paço Municipal, passando pela pista rebaixada da Avenida Perimetral até o quartel do Corpo de Bombeiros da Santos Dumont. De lá, o percurso entra na Avenida Artur de Queirós, segue pela Rua General Glicério e Avenida Industrial até o Parque Celso Daniel. O caminho é concluído pela Rua das Figueiras, até retornar à Praça IV Centenário. As pistas ficarão interditadas sempre aos domingos, entre 8h30 e 14h30. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Andreenses aprovam abertura de ciclofaixa de lazer no município

Via tem 10,1 km com sinalização e funciona das
8h30 às 14h30; os usuários destacam segurança

Juliana Bontorim
Do Diário do Grande ABC

02/02/2015 | 07:00


Depois de 20 anos, Aletheia Moura, 34 anos, moradora da Vila América, em Santo André, emprestou uma bicicleta de um vizinho e deu o primeiro passo para retomar algo que sempre adorou. “Estava tão ansiosa que, no sábado mesmo, dei uma volta no quarteirão”, conta ela, que ontem participou da abertura da primeira ciclofaixa de lazer do município.

Eram 8h e quase 1.000 ciclistas já estavam de prontidão no Paço Municipal para conhecer cada um dos 10,1 quilômetros do trecho. Aletheia topou o desafio a convite da amiga Renata Peres, uma das organizadoras de encontro de pedal noturno realizado na cidade. “Agora, com segurança, todos vão poder participar. A pedalada que acontece de segunda-feira é difícil para trazer criança, mas neste sistema será fantástico”, afirma Renata, que saía da própria cidade e ia para São Paulo para utilizar a ciclofaixa da Avenida Paulista.

O ciclismo é uma das modalidades que provam que não há idade para praticar exercícios físicos. Com 80 anos, Valdemar dos Santos é militante da ‘magrela’ desde 1952. “Hoje é um dia histórico”, lembra Santos, que participa ativamente do movimento.

O prefeito andreense Carlos Grana (PT), devidamente equipado, abriu o caminho para que todos pudessem apreciar o espaço. “Vamos aos poucos, pois faremos algo progressivo no município. Começamos com a parte do lazer, mas em breve focaremos nas ciclovias”, adianta Grana. Neste caso, a Prefeitura pretende chegar ao fim deste ano com 40 quilômetros de espaços exclusivos para bikes.

O projeto atualmente em funcionamento foi feito em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos. Sobre o investimento de R$ 5 milhões, o secretário da Pasta, Paulinho Serra (PSD), destaca que a Prefeitura decidiu subsidiar o andamento até o ano que vem. “Abrimos para que alguma empresa patrocinasse, mas nenhuma se apresentou para assumir o valor. Portanto, não podíamos deixar parado”, comenta Paulinho, ao falar do destino da verba. Segundo ele, são quase 100 pessoas envolvidas, entre sistema de segurança, coordenação, pintura de faixas, entre outros. O secretário ainda afirmou que até o fim deste ano devem estar em funcionamento 30 quilômetros de ciclofaixas de lazer na cidade.

TRAJETO

O circuito tem início no Paço Municipal, passando pela pista rebaixada da Avenida Perimetral até o quartel do Corpo de Bombeiros da Santos Dumont. De lá, o percurso entra na Avenida Artur de Queirós, segue pela Rua General Glicério e Avenida Industrial até o Parque Celso Daniel. O caminho é concluído pela Rua das Figueiras, até retornar à Praça IV Centenário. As pistas ficarão interditadas sempre aos domingos, entre 8h30 e 14h30. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;